Início Pindamonhangaba Prefeitura injeta R$ 15 milhões na economia com antecipação da 2º parcela...

Prefeitura injeta R$ 15 milhões na economia com antecipação da 2º parcela do 13º e do pagamento de novembro

Pindamonhangaba/SP (Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa)

A Prefeitura de Pindamonhangaba injeta R$ 15 milhões na economia da cidade nesta sexta-feira (26) com a antecipação do pagamento da segunda parcela do 13º salário e com o adiantamento da folha de novembro.

Publicidade

De acordo com a CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), a Prefeitura teria até o dia 20 de dezembro para efetuar o pagamento da segunda parcela. Já os vencimentos do mês, que tradicionalmente são pagos no último dia útil – (30), que seria terça-feira da semana que vem.

A antecipação, além de aquecer a economia, beneficia os servidores públicos municipais, que poderão fazer compras de fim de ano com mais calma, aproveitando ofertas e melhores preços.

“Os servidores poderão comprar produtos para as festas de Natal e Ano Novo com antecedência, terão tempo para fazer pesquisas, procurando pelos melhores preços. Isso vai contribuir muito para a economia do servidor e para o aquecimento do comércio. Desejamos que os funcionários façam essas compra no comércio local, beneficiando a própria cidade e contribuindo com a geração de emprego e renda”, disse o prefeito Dr. Isael Domingues.

Ele completou afirmando que a liberação antecipada do 13º e do pagamento de novembro ainda favorece os servidores para as compras de Black Friday (26 de novembro). “Mais uma razão para esta antecipação, para que os funcionários aproveitem as ofertas da data”.

O prefeito também anunciou que o salário de dezembro, que seria pago dia 30 do último mês, será antecipado para o dia 20 – cinco dias antes do Natal – beneficiando novamente os servidores e o comércio local. “Temos trabalhado intensamente para gerar melhorias para os nossos funcionários e vamos conseguir antecipar também o salário de dezembro – que vira cinco dias antes do Natal – gerando mais benefícios aos servidores e ao comércio local”, finalizou Dr. Isael Domingues.