Início Polícia Servidores de unidades prisionais de Potim e Caraguatatuba interceptam ilícitos

Servidores de unidades prisionais de Potim e Caraguatatuba interceptam ilícitos

Foto: SAP/Divulgação

O Centro de Detenção Provisória (CDP) “Dr. José Eduardo Mariz de Oliveira” de Caraguatatuba e a Penitenciária 2 de Potim registraram tentativas de ingresso de ilícitos no cárcere. A informação foi divulgada pela Secretaria da Administração Penitenciária (SAP).

Publicidade

No sábado, dia 20, a esposa de um detento do CDP de Caraguatatuba foi flagrada com um aparelho celular na genitália ao tentar visitar o marido.  

Foto: SAP/Divulgação

O flagrante aconteceu durante o procedimento de revista dos familiares cadastrados no rol de visitas da SAP. Na inspeção com o equipamento de escâner corporal, foram observadas diversas alterações nas imagens da região pélvica da visitante. Ao ser questionada por servidores da unidade, a mulher negou portar qualquer material ilícito e, dessa forma, foi conduzida para o hospital local para a realização de exames. Uma tomografia revelou a presença de um corpo estranho no organismo da mulher. Ela, então, retirou das partes íntimas um pequeno aparelho de telefonia móvel.   

Na manhã desta segunda-feira, dia 22, Agentes de Segurança Penitenciária (ASPs) do setor de inclusão da Penitenciária 2 de Potim interceptaram uma encomenda com três pedaços de papel que continham a droga k4, popularmente conhecida como maconha sintética. 

A ocorrência foi registrada no momento da revista dos itens enviados por familiares de presos. Em uma correspondência, agentes encontraram o entorpecente escondido no interior de uma bíblia (entre a capa e as páginas do livro). A remessa foi postada pela companheira de um detento. 

Em ambos os casos foram instaurados procedimento interno disciplinar em desfavor dos presos envolvidos e lavrado boletim de ocorrência junto à autoridade policial local. A mulher que trazia o item eletrônico para o CDP de Caraguatatuba também foi encaminhada para a delegacia de plantão para providências legais.