Início Taubaté Rodoviária de Taubaté terá nova gestão a partir do mês de novembro

Rodoviária de Taubaté terá nova gestão a partir do mês de novembro

Foto: Divulgação/PMT

A Prefeitura de Taubaté visando oferecer mais qualidade à população nos serviços oferecidos, terceirizou a Administração da Rodoviária nova da cidade que a partir do dia de 10 novembro, estará sob gestão da empresa Tarobá, que realizará diversas melhorias entre elas, de segurança e infraestrutura.

Publicidade

Publicado no dia 22 de outubro, a empresa foi contratada através de licitação e terá a concessão do terminal rodoviário por um prazo de 20 anos. O valor da outorga é de R$ 2.160.000,00 (dois milhões cento e sessenta mil reais) que serão pagos em 12 parcelas anuais corrigidas pelo IPCA ao município.

Mesmo com a concessão a área da Rodoviária continua a pertencer a Prefeitura Municipal e a nova gestora manterá o pagamento de 1% sobre as receitas provenientes da exploração comercial dos espaços no Terminal Rodoviário. Deverá ser realizado pela empresa um investimento de R$ 4.379.521,04 (quatro milhões, trezentos e noventa e sete mil, quinhentos e vinte e um reais e quatro centavos), que serão utilizados para obras e diversas melhorias e infraestrutura.

Com o valor investido a empresa realizará reformas dos sanitários; readequação do layout interno e criação da praça de alimentação; reforma do depósito de materiais e equipamentos; reforma da sala do gerador, incluindo fornecimento de novo moto gerador completo; readequação total do centro de medição de energia, com remoção de todos os quadros de medição e adequação posterior conforme projeto aprovado pela concessionária; adequação do reservatório de água, incluindo troca do sistema de bombeamento; reforma geral das instalações elétricas dos circuitos de alimentação do terminal, lojas, sanitários, considerando substituição de cabos; execução de sistema de SPDA, contra descargas atmosféricas. Revitalização total do sistema de iluminação do terminal/de balizamento nas rampas das plataformas; reforma total dos circuitos de lógica, telefonia, CFTV e som do terminal; reforma total das instalações hidráulicas de água e esgoto do terminal; execução de nova rede de escoamento de águas pluviais; adequação completa do sistema de prevenção e combate a incêndio às normas vigentes do corpo de bombeiros; fechamento dos acessos com painéis de vidro; adequação das áreas de espera para embarque; construção/reforma de novos espaços comerciais; implantação da comunicação visual interna; instalação de guarda-corpos e corrimãos conforme norma do corpo de bombeiros; implantação do sistema de controle de acesso de passageiros; construção estrutura para controle de acesso dos ônibus; reforma do estacionamento, incluindo cancelas, sistemas e pintura das vagas e pintura geral do terminal.