Início Pindamonhangaba Pindamonhangaba recebe 80 vagas de R$ 1.000,00 para programa ‘Bolsa Empreendedor’

Pindamonhangaba recebe 80 vagas de R$ 1.000,00 para programa ‘Bolsa Empreendedor’

Foto: divulgação/PMP

Pindamonhangaba participa do programa Bolsa Empreendedor com o propósito de apoiar os empreendedores informais em situação de vulnerabilidade. O programa é uma iniciativa do Governo do Estado e é aberto a todos os desempregados ou trabalhadores informais, priorizando mulheres, jovens e pessoas com deficiência. Além disso, é necessário ser maior de 18 anos, não constar como empresário, sócio ou administrador de pessoa jurídica inscrita no CNPJ e morar no Estado de São Paulo.

Publicidade

A iniciativa está estruturada em 3 pilares de oferta aos cidadãos: qualificação empreendedora (curso), formalização e bolsa-auxílio de R$ 1 mil, dividido em 2 parcelas de R$ 500. Após a conclusão da qualificação (mínimo de 75% de presença), os beneficiados deverão abrir o MEI e fazer o plano de negócios e, na sequência, receberão a bolsa de R$ 1 mil pelo Governo do Estado.

As inscrições devem ser feitas pelo link https://www.bolsadopovo.sp.gov.br/ até o dia 19 de setembro (domingo). São 80 vagas (20 por turma) nessa primeira fase para Pinda. Os inscritos que forem selecionados para o programa serão comunicados via portal da Bolsa do Povo, por e-mail e SMS no dia 22 de setembro (primeira turma de cursos começam dia 27 de setembro). O calendário para Pinda tem ações do programa planejadas nas semanas de 27/09 a 01/10 e 04/10 a 08/10, com turmas de manhã e de tarde do curso. Os horários serão das 8h30 às 12h30 e das 13h30 às 17h30.

Os cursos do programa serão oferecidos em parceria com o Sebrae SP e vão abordar temas como empreendedorismo, ideia de negócios, marketing, finanças e formalização. As aulas serão presenciais no Sebrae Pinda, localizado na Avenida Albuquerque Lins, 138, São Benedito. O telefone de contato é 3642-9744.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Pindamonhangaba, Roderley Miotto, o programa beneficia novos empreendedores que buscam se destacar no mercado. “Agregando qualificação profissional e auxílio financeiro, o Bolsa Empreendedor oferece ainda a possibilidade de abrir o MEI, que é uma oportunidade de novas possibilidades para quem está iniciando no mercado empreendedor”, pontua.

O prefeito Isael Domingues destaca a quantidade de vagas disponibilizadas. “Pinda tem conseguido se manter em índices positivos de geração de emprego e programas como esse auxiliam a seguir o progresso. Além disso, essas 80 bolsas valorizam o empreendedor neste momento de superação da pandemia e proporciona ocupação, qualificação profissional e renda aos cidadãos em situação de vulnerabilidade social. É mais uma oportunidade à população”, finaliza o prefeito.