Início São José dos Campos Frota elétrica da GCM de São José dos Campos será replicada em...

Frota elétrica da GCM de São José dos Campos será replicada em São Paulo

Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Três anos após sua implantação, a frota 100% elétrica da GCM (Guarda Civil Municipal) de São José dos Campos continua sendo referência para forças de segurança de capitais e grandes cidades de São Paulo e do Brasil. Nesta quinta-feira (9), uma comitiva da Guarda Civil Metropolitana de São Paulo veio à cidade para conhecer as 30 viaturas, que geraram economia de R$ 2,5 milhões aos cofres públicos e significativos ganhos ambientais.

Publicidade

Segundo a comandante superintendente de Planejamento da Guarda Civil Metropolitana da capital paulista, Patrícia Lawrence Alencar da Silva Pinto, a ideia é implementar o modelo na corporação, após a realização de um estudo de viabilidade técnica.

“São José está de parabéns por esta modernização e desenvolvimento tecnológico, que são questões que prezamos na Guarda Civil Metropolitana de São Paulo. Viemos conhecer a frota elétrica e pretendemos adotar esta iniciativa, de forma gradual em razão das peculiaridades da metrópole”, afirmou Patrícia Pinto.

“É muito importante a utilização da frota de veículos elétricos em um momento em que a sustentabilidade e a educação ambiental norteiam nossas ações, visando o bem-estar social e garantindo a saúde do cidadão”, completou.

Comitiva paulistana no CSI, que recebeu 41 visitas desde a inauguração

CSI

A comandante superintendente e os demais representantes da comitiva dos guardas civis metropolitanos também conheceram as instalações da GCM de São José e visitaram o CSI (Centro de Segurança e Inteligência).

“Este trabalho de monitoramento integrado do CSI é espetacular, principalmente quando o manejo é feito pelos agentes no controle das ações e não apenas visualizam as imagens das câmeras”, disse Patrícia Pinto.

Segundo ela, a visita ao CSI foi fundamental e muito válida para conhecer tecnologias e iniciativas que poderão ser replicadas na capital, como o sistema integrado, câmeras com reconhecimento facial e a leitura de placas de veículos.

“Nosso monitoramento na capital visa a reativação do sistema com câmeras speed dome e OCR com reconhecimento facial e de placas de veículos, pois atualmente trabalhamos com um programa denominado City Câmeras, com parcerias com a iniciativa privada”.

Referência tecnológica

O CSI conta com mil novas câmeras inteligentes espalhadas por toda a cidade. Implantado em 6 de abril último, transformou-se em referência nacional em videomonitoramento e já recebeu visitas de 41 grupos de forças de segurança, autoridades políticas e lideranças comunitárias da RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira), de São Paulo e de outros estados brasileiros.

A Prefeitura disponibilizou minicentrais para as forças de segurança instalarem em suas sedes, o que permite o monitoramento das imagens em tempo real e o acesso ao armazenamento das gravações. Esta ação integrada tem contribuído para garantir mais agilidade e eficiência nas investigações e soluções de homicídios, furtos e roubos de veículos, entre outros crimes.

A implantação do CSI com a instalação das novas câmeras integra o Plano de Gestão 2021-2024 e as ações do programa São José Unida, que tem como objetivo evitar a violência e reduzir os índices de criminalidade, o que tem acontecido de forma constante e progressiva desde 2019.