Início Pindamonhangaba Covid-19: vacinação em Pinda reduz 50% o número de óbitos e 22%...

Covid-19: vacinação em Pinda reduz 50% o número de óbitos e 22% o número de novos casos

Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa

A queda no ritmo de crescimento da pandemia do coronavírus, registrada em junho em Pindamonhangaba, acentuou-se em julho e com o avanço do processo de vacinação o número de óbitos e de novos casos tiveram declínio ainda maior.

Publicidade

Segundo os dados da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Pindamonhangaba, no comparativo com o mês anterior, julho deve fechar com uma queda em torno de 50% do número de óbitos e 22% do número de novos casos. Até o dia 28 de julho, o município contabilizava cerca de 18 mil novos casos e 402 registros de óbitos. Desde janeiro deste ano, quando os casos aumentaram, o mês de julho está sendo o período com o menor número de mortes.

“O avanço do processo de imunização vem surtindo efeito e com isso estamos reduzindo os números em nosso boletim epidemiológico. Com isso, reduzimos os leitos UTI Covid de 22 para 17, devolvemos o espaço do PS para a pediatria, liberamos a UPA Araretama para urgência em geral. Precisamos continuar com o estado de alerta da população e o cumprimento das regras sanitárias”, afirmou a secretária de Saúde, Ana Cláudia Macedo.

Até o dia 28 de julho, Pindamonhangaba aplicou cerca de 125 mil doses de vacinas, sendo mais de 91 mil em primeira dose, 29 mil segundas doses e mais de 4 mil em dose única. “Com esses números, hoje temos 73% da população com mais de 18 anos imunizada e 20% de toda a população de Pinda já completamente imunizada”, afirmou a secretária.

O prefeito Dr. Isael Domingues demonstrou satisfação com o trabalho realizado. “Estamos vendo com bons olhos o resultado do esforço da nossa equipe. Alertamos que ainda estamos em pandemia, portanto, não podemos deixar de nos cuidar até todos estarem efetivamente imunizados. Vamos seguir as regras do Plano SP que, nesta semana, deu mais uma flexibilização e esperamos que nossos números reduzam ainda mais”, afirmou o prefeito.