Início Pindamonhangaba Observatório Social de Pinda fecha importante parceria com OAB

Observatório Social de Pinda fecha importante parceria com OAB

Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa

O Observatório Social do Brasil – Pindamonhangaba assinou no dia 15 de julho, um contrato de parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil 52ª Subseção, OAB Pinda. Uma união muito importante, que trará diversos benefícios para o trabalho desenvolvido pela OSB na cidade.

Publicidade

Participaram do encontro a presidente do OSB Pinda Mara Bolson, o presidente da OAB Antônio Aziz Boulos, o advogado voluntário da OSB Juliano Modesto e o secretário geral da OAB Claudio Berenguel.

Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa

Além da parte comercial com empréstimo de sala, impressões de material e divulgação do trabalho realizado, a OAB também oferecerá auxílio jurídico para o Observatório na avaliação de contratos e licitações quando necessário.

Para a presidente da OSB – Pinda, Mara Bolson, o apoio da OAB será muito importante para o trabalho que o Observatório realiza em Pindamonhangaba. “A OAB tem uma representatividade muito grande na comunidade e poder contar com o apoio deles trará diversos benefícios para o trabalho que desenvolvemos em busca da melhoria da gestão pública”, expressou Mara.

Segundo o advogado e voluntário do OSB-Pinda, Juliano Modesto está estabelecido no artigo 133 da Constituição Federal, que o advogado é indispensável à administração da justiça e que por essa razão, é louvável esperar dos advogados que militam em Pindamonhangaba o engajamento com o controle social.

“Um dos objetivos do Observatório Social é justamente o controle dos gastos públicos, pautado na transparência. Atualmente, existem cerca de 750 advogados inscritos em Pindamonhangaba, dos quais inúmeros atuam em cerca de três dezenas de comissões, das quais destacam-se a da Assistência Judiciária, do Jovem Advogado, de Direitos Humanos, Direito Eleitoral, Terceiro Setor, Meio Ambiente e OAB Vai à Escola, representando a força do voluntariado e a importância da advocacia no interior”, explicou Juliano Modesto.

Para o presidente da OAB Antônio Aziz Boulos tanta autonomia política e objetivos comuns, anima as entidades a prever bons resultados revertidos em prol da população. “Ficamos muito honrados em poder ombrear a defesa da cidadania, que é feita pelo Observatório, no acompanhamento e controle das despesas públicas, afinal zelar pelo bom uso do dinheiro público é defender a cidadania que é a provedora desses recursos”, disse.

Os participantes encerraram fazendo um convite a comunidade. “Convidamos a todos com elevado espírito público, desprovidos do comprometimento político partidário, a fazer parte do Observatório, ajudando a atingir seus elevados objetivos”.

Sobre o Observatório Social

O Observatório Social do Brasil (OSB), entidade da sociedade civil, de fins não lucrativos, tem seus objetivos focados na contribuição para a melhoria da gestão pública, trabalhando em favor da transparência e da correta aplicação dos recursos públicos.

Democráticos e apartidários, os Observatórios Sociais – OSBs estão presentes em mais de 150 cidades de 17 estados brasileiros. O Observatório Social atua no monitoramento das licitações municipais e da produção legislativa, assim como na inserção de empresas locais nas compras públicas, construção dos Indicadores da Gestão Pública e em ações de educação para a cidadania.