Início São José dos Campos Frota elétrica da GCM gera economia de R$ 2,5 milhões em São...

Frota elétrica da GCM gera economia de R$ 2,5 milhões em São José dos Campos

Foto: Claudio Vieira/PMSJC

A implantação da frota 100% elétrica na GCM (Guarda Civil Municipal) de São José dos Campos gerou economia para os cofres públicos de R$ 2,5 milhões em 3 anos, desde que a inovação foi adotada em julho de 2018.

Durante este período, houve redução de gastos de R$ 1,5 milhão com combustível (gasolina e álcool) e de R$ 1 milhão com manutenção de veículos (pneus, óleo, mecânica e elétrica, entre outros itens).

Publicidade

Outro avanço é que reduziu o tempo de manutenção dos veículos, o que otimizou e agilizou o atendimento das ocorrências e demandas da população e os trabalhos de preservação do patrimônio público. Antes da frota elétrica, os veículos a combustão ficavam em manutenção durante mais tempo.

“Inovamos, contribuímos com o meio ambiente e temos mais viaturas nas ruas de nossa cidade e, por consequência, maior presença operacional”, disse o comandante da GCM, inspetor regional Elvis de Jesus.

“Contribuiu também na redução dos indicadores criminais, houve um ganho em qualidade institucional e valorização profissional dos agentes, com custos de investimentos muito abaixo daqueles que seriam necessários para uma frota movida por combustível convencional”, completou.

Apoio popular

Munícipes consultados também destacaram a importância dos carros elétricos para melhoria do serviço prestado pela GCM.

“Os carros elétricos garantiram mais qualidade e agilidade ao trabalho da GCM. A economia e as melhorias ambientais também são muito importantes”, disse o operador de loja Francivaldo Vieira, que tem 40 anos e mora na Vila Dirce, na região norte.

“Toda economia com dinheiro público, ainda mais em meio à esta pandemia, é bem-vinda. A Prefeitura está de parabéns”, afirmou a aposentada Maria Aparecida Viana, que tem 76 anos e reside na Vila Tatetuba, na região leste.

Preservação ambiental

Além da economia para os cofres públicos, houve ganhos ambientais para o município, já que a Administração deixou de emitir cerca de 1.200 toneladas de CO2 (dióxido de carbono) na atmosfera, ação que equivale ao plantio de 8.400 árvores.

Com a adoção de matrizes energéticas limpas, a nova frota contribuiu para preservação e sustentabilidade ambientais.

Também se reduziu consideravelmente a emissão de poluentes na atmosfera, melhorando a qualidade de vida, reduzindo doenças e garantindo independência da matriz energética baseada em petróleo.

Pioneirismo

A GCM de São José foi a primeira do Ocidente a ter veículos 100% elétricos, sendo superada no mundo apenas pela China.

As viatura é um modelo chinês e tem autonomia para rodar até 300 km com recarga elétrica, que pode ser feita até em uma hora e meia.

Os carros elétricos são utilizados no patrulhamento em vias públicas e, principalmente, nos arredores de equipamentos públicos como poliesportivos, praças, escolas e outros próprios da Prefeitura.

Já foram implantados 10 eletropostos em todas as regiões da cidade, o que contribuiu para ampliar a segurança no entorno dos prédios públicos e garantir mais agilidade ao trabalho operacional da GCM.

Os eletropostos da Prefeitura e os particulares existentes na cidade estão georreferenciados através do GeoSanja.