Início Pindamonhangaba Demanda por serviços de TI na pandemia impulsiona contratações no setor

Demanda por serviços de TI na pandemia impulsiona contratações no setor

Orlando Florin Rosu

No Senac Pindamonhangaba, Ensino Médio Técnico em Informática prepara jovens para o mercado de tecnologia

Um estudo da International Data Corporation (IDC) Brasil aponta que o mercado de Tecnologia da Informação e Comunicação no Brasil deve crescer 7% em 2021, mesmo sob o impacto da pandemia. Considerando apenas o mercado de TI, a previsão de alta é de 11%. O aquecimento do setor é reflexo da transformação digital provocada pelo isolamento social, que impulsionou as vendas do varejo pelo e-commerce, o uso de chatbots para atendimento remoto, a demanda pelas plataformas de videoconferência e de streaming de jogos.

Publicidade

Com o mercado em plena expansão, as empresas começam a reforçar o quadro de funcionários. “Ao mesmo tempo em que a pandemia desempregou muitos trabalhadores, ela acelerou a digitalização de diferentes negócios, que precisaram garantir o funcionamento de seus servidores, bancos de dados e demais ferramentas ligadas à tecnologia, aumentando a demanda por profissionais de TI”, afirma Wesley Novaes Fioreze Costa, professor do Ensino Médio Técnico em Informática do Senac Pindamonhangaba.

Os especialistas em segurança de dados, redes, sistemas e nuvem, arquitetura de nuvens, dados, desenvolvedores e em suporte técnico estão entre os mais requisitados no mercado. Mas para ocupar uma vaga, o candidato deve apresentar mais do que habilidades técnicas. “O profissional de TI trabalha com equipes, clientes, chefes e subordinados. Por isso, saber lidar com a pluralidade é uma qualidade essencial. Muitas empresas têm sentido falta de colaboradores que saibam ‘trabalhar com pessoas’, que tenham comunicação eficaz e flexibilidade”, destaca o professor.

Início da vida profissional

No setor de TI, quanto mais qualificado e pronto o candidato à vaga estiver, mais valor ele terá para empresa. O salário pode variar de R$ 3 a R$ 15 mil, dependendo da função desempenhada, da localidade e porte da empresa. Em Pindamonhangaba, os jovens interessados em seguir carreira nesse segmento encontram apoio no Senac, que desde 2019 oferece o Ensino Médio Técnico em Informática. Ao mesmo tempo em que a turma desenvolve as disciplinas normais do ensino médio, ela aprende uma profissão.

No fim de cada ano letivo, o aluno recebe um certificado de qualificação profissional e já tem a possibilidade de atuar no mercado de trabalho. Após o primeiro ano, ele recebe o título de Assistente de Suporte e Manutenção em Computadores. No segundo, é certificado como Assistente de Operação de Redes de Computadores. E, no terceiro ano, recebe o título de Assistente de Desenvolvimento de Aplicativos Computacionais. Ao término do curso, o aluno estará capacitado para atuar como técnico em informática e, assim, iniciar de imediato sua vida profissional.

“A formação técnica é o primeiro passo para ingressar no setor de TI, no entanto, é de extrema importância estar disposto a continuar aprendendo, se atualizar, estudar, procurar novas certificações, porque sempre surgem novas tendências e soluções de segurança, implementação e armazenamento, que demandarão profissionais qualificados. Além disso, as empresas continuarão a buscar especialistas na área para implementar ferramentas de tecnologia inovadoras que melhorem a experiência de seus clientes”, conclui Wesley.

Senac Pindamonhangaba

Endereço: Rua Suíça, 1.255 – Santana – Pindamonhangaba/SP

Informações: www.sp.senac.br/pindamonhangaba  

Facebook: www.facebook.com/senacpindamonhangaba   

Instagram: www.instagram.com/senacpinda