Início Pindamonhangaba Fazenda da Esperança Santa Clara é inaugurada em Pindamonhangaba

Fazenda da Esperança Santa Clara é inaugurada em Pindamonhangaba

Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa

No último domingo (13) foi inaugurada a Fazenda da Esperança Santa Clara, localizada no bairro do Crispim, em Pindamonhangaba. Na ocasião foi celebrada Santa Missa presidida por Dom Wilson Angotti, bispo da Diocese de Taubaté e concelebrada por frei Hans Stapel, um dos fundadores da Fazenda, bem como com a presença de padres e diáconos do município.

Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa

O evento contou com a presença do prefeito Dr. Isael Domingues, primeira-dama Dra. Cláudia Vieira Domingues, vice-prefeito Ricardo Piorino, coordenadores dos Grupos Esperança Viva do Vale do Paraíba (GEVs) – Guaratinguetá, São José dos Campos, Cruzeiro e Taubaté, das Irmãs Franciscanas da Terceira Ordem Seráfica e de alguns acolhidos e acolhidas das unidades da Fazenda da Esperança em Guaratinguetá.

Publicidade

O processo de implantação da unidade começou a partir do contato e doação feita pelo empresário Sr. Luiz Monteiro, que tinha a intenção de investir em um trabalho social. Por meio de uma pesquisa, ele descobriu a Fazenda da Esperança. Posteriormente, o empresário realizou o processo de doação do terreno, e com o intuito de que a unidade funcionasse o mais rápido, decidiu doar a construção dos três primeiros prédios: duas casas e um salão com cozinha central, que já estão em funcionamento.

“Com muita alegria recebemos essa casa em nossa cidade. Queremos agradecer ao querido Frei Hans e ao sr. Luiz por todo o esforço realizado, na certeza de que muitas vidas serão salvas com esse belíssimo trabalho social”, afirmou o prefeito Dr. Isael.

Histórico
A Fazenda da Esperança é uma comunidade terapêutica que atua desde 1983 no processo de recuperação de pessoas que buscam a libertação de seus vícios, principalmente do álcool e da droga. Seu método de acolhimento contempla três aspectos determinantes: o trabalho como processo pedagógico, a convivência em família e a espiritualidade para encontrar o sentido da vida. O número de comunidades no mundo já atingiu mais de 140 unidades estruturadas em 24 países.