Início Taubaté Casos de dengue em Taubaté tem queda de 93% no quadrimestre

Casos de dengue em Taubaté tem queda de 93% no quadrimestre

Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa

A Vigilância Epidemiológica de Taubaté registrou queda de 93% dos casos de Dengue no primeiro quadrimestre de 2021, na comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados foram tabulados com fechamento em 23 de abril. Neste ano, foram 108 casos positivos, enquanto no período de 2020 foram 1.406 registros.

Até o momento, não houve ocorrência de óbitos em relação à doença, que vitimou, até abril do ano passado, 4 pessoas. É preciso que a população se mantenha atenta para evitar criadouros do mosquito Aedes aegypti . As ações de orientações, vistorias e bloqueio acontecem diariamente nos bairros em que são identificados casos da doença e possíveis focos, ações coordenadas pelo CAS (Controle de Animais Sinantrópicos).

Publicidade

Nesses primeiros meses de 2021, foram registrados 9 casos em janeiro, 12 em fevereiro, 49 em março e 38 em abril, mês ainda em curso. Na primeira ADL (Avaliação de Densidade Larvária) do ano, foi registrada uma média de 4.5, o que indica que em cada 100 domicílios, 5 deles possuem larvas do mosquito transmissor da dengue.

VEJA MAIS

Na região 3 foi identificado o maior índice de infestação, com 8,87 e corresponde aos bairros: Barranco, Chácara do Visconde, Vila dos Comerciários, Esplanada Independência, Parque Aeroporto, Parque Piratininga, Portal da Mantiqueira, Santa Fé, Vila Costa e parte da Estiva.

Uma nova avaliação será divulgada nos próximos dias. Durante a ADL são coletadas amostras em 6 mil imóveis escolhidos aleatoriamente nas 10 regiões da cidade (600 imóveis por região). Os resultados obtidos geram o IB (Índice Breteau), um valor numérico que define a quantidade de insetos em fase de desenvolvimento encontrados nos locais vistoriados e permite saber em quais regiões da cidade há maior risco de transmissão da dengue, além da zika, chikungunya e febre amarela. De acordo com o Ministério da Saúde, o índice de tranquilidade é 1,0 ou menos.

A Secretaria de Saúde de Taubaté informa que o apoio e conscientização da população são essenciais neste momento, já que cabe às famílias o combate aos criadouros do mosquito.