Início Pindamonhangaba Prefeitura de Pinda paralisa serviços online por 2 dias para avanços em...

Prefeitura de Pinda paralisa serviços online por 2 dias para avanços em tecnologia

(Fotos: Saulo Fernandes/Vale News)

A Prefeitura de Pindamonhangaba, por meio da Secretaria de Administração e Departamento de Tecnologia da Informação, inicia, no dia 5 de março, a transferência do ambiente de infraestrutura do sistema GEOSIAP para Nuvem. Para tanto, alguns serviços online estarão temporariamente fora do ar.

A primeira etapa de transferência de dados será no dia 5, após as 18 horas, finalizando em 7 de março. No dia 8, os sistemas estarão funcionando normalmente.

Publicidade

A etapa será realizada da seguinte maneira: dia 5, às 18 horas, o sistema será totalmente desligado, inclusive a Nota Fiscal Eletrônica. Haverá aviso no acesso pelo site.

Já o Portal da Transparência ficará disponível somente para leitura, para não ficar fora do ar no final de semana.
Somente neste período (5 a 7 de março de 2021) todos os módulos do sistema GEOSIAP estarão inoperantes. São eles os seguintes sistemas: de Almoxarifados; de Compras e Licitações; de Contratos e Convênios; de Frotas; de Cemitério; de Baixa Automática; de Preços Públicos; de Iptu; de Iss; de Nota Fiscal Eletrônica; de BI; de Planejamento Orçamentário; de Contabilidade; de Tesouraria; de Patrimônio; de Recursos Humanos; de Folha de Pagamento; de Gestão de Ponto; de Consulta Protocolo (anos anteriores); e de Leis.

A segunda etapa será realizada nos dias 14 após as 18 horas, 15 e 16 de maio de 2021. Nestas datas, todos os módulos acima citados anteriormente também estarão inoperantes, pois será feita a conversão do Banco de Dados.
De acordo com o secretário adjunto de Administração Danilo Velloso, responsável por toda a parte de tecnologia da gestão, essa mudança será necessária para atendimento da crescente demanda eletrônica. “Estamos multiplicando nossa capacidade de processamento em 8 vezes nesta primeira etapa”, explica o secretário adjunto. “O objetivo é automatizar tarefas repetitivas e o servidor focar no cidadão, isso faz com que o dinheiro do contribuinte seja melhor utilizado e reduz o tempo de atendimento as demandas”, finaliza.