Início Pindamonhangaba Em Pinda, paróquia inicia primeira fase da restauração da Igreja Matriz Nossa...

Em Pinda, paróquia inicia primeira fase da restauração da Igreja Matriz Nossa Senhora do Bom Sucesso

Foto: Saulo Fernandes/Vale News

Parte integrante do Patrimônio Cultural de Pindamonhangaba, de acordo com a emenda 03/1992 da Câmara de Vereadores na Lei Orgânica e presente também no Livro Tombo do Município, o Santuário Mariano Nossa Senhora do Bom Sucesso – Igreja Matriz, iniciou nesta semana a “fase 1” do Projeto de Restauro, que consiste na prospecção do solo, análise do alicerce e emissão de laudo que irá nortear os próximos passos da manutenção e restauração do templo religioso.

De acordo com o pároco, padre Kleber Rodrigues da Silva, o serviço está sendo realizado pela Construtora Guerreiro, empresa que apresentou o valor de R$ 6.832,32, sendo o menor preço para o trabalho. O montante deverá ser pago em até 15 dias e será custeado pela própria paróquia, que espera contar com a colaboração dos fieis para esta e outras fases que estão por vir. “Lançamos uma campanha para que os fiéis possam nos ajudar nessas obras”, destaca o pároco e reitor.

Publicidade

Após a conclusão da fase 1, a administração da paróquia terá em mãos documentos que irão nortear as próximas ações, ou seja, se o problema for no alicerce ou nas paredes, será lá a próxima fase do restauro.

Na celebração de Cinzas, na última quarta-feira (17) funcionários da empresa que estão realizando o trabalho receberam benção para o início dos trabalhos.

Ação necessária e urgente

A Igreja Matriz vem apresentando, há anos, sinais de que precisa de uma reforma/restauração. Alguns dos pontos mais visíveis destes problemas podem ser vistos na sua lateral externa e também na parte detrás, onde fissuras e trincas estão evoluindo para rachaduras. Alguns fatores como o longo período de chuvas tem contribuído para o agravamento da situação.

Recentemente, com participação do Conselho de Patrimônio Histórico, a prefeitura fez o fechamento de um trecho da via que fica atrás da Igreja, o que pode ajudar para que os problemas nas paredes não aumentem.

A Igreja Matriz não é tombada pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico), o que deixa mais difícil a captação de recursos via projetos de lei, como a Lei Rouanet, porém é possível por outros caminhos. Mesmo com essa dificuldade, o padre Kleber Silva afirma que estará empenhado em angariar fundos para as fases do projeto. A ideia é buscar ajuda de representantes do Poder Público e empresas da cidade, além é claro, de contar com a ajuda dos fiéis. “Vamos visitar empresários, vereadores e lançamos uma campanha para angariar recursos em prol dessa causa tão nobre. O templo não é só da Igreja, mas é um santuário rico em histórias, que recebe turistas e acolhe a todos, além de ser um patrimônio tombado pelo município, sendo assim uma responsabilidade de toda a sociedade e não somente da Igreja”, destaca.

Questionado sobre o estado geral e atual da centenária igreja, o pároco destacou que, de uma forma geral, não há grandes problemas estruturais e sim há necessidade de serviços de manutenção/restauração. A situação tem sido acompanhada por representantes da UNITAU, universidade com a qual a paróquia possui um contrato de cooperação há dois anos. “Intensificando essa cooperação, a partir de março, teremos a presença de dois alunos da universidade que continuarão nos ajudando no levantamento do que precisa ser feito e acompanhando as fases do restauro”, destaca Kleber Rodrigues.

O padre também disse que há alguns anos, um levantamento mostrou que havia a presença de cupins no interior da igreja. Após a constatação, foi feita a desinsetização e o problema foi resolvido, inclusive sendo averiguado por um engenheiro ambiental.

Participe com sua contribuição

A Paróquia NS Bom Sucesso convida a população em geral para contribuir com o Projeto Restauro. A contribuição pode ser feita através de transferência bancária para Agência Bradesco 0216, Conta Corrente 60062-8, Mitra Diocesana de Taubaté CNPJ 72.293.509/0010-71. A Paróquia também está disponibilizando o PIX para receber doações através da chave: 072.239.509/0010-71 ou 72.293.509/0010-71.

Outra forma de participar é retirar o envelope da campanha na Igreja ou na Secretaria Paroquial, ou ainda acessando o site da paróquia e fazendo a emissão do boleto, através do link: www.paroquiabomsucesso.com.br/dizimo/home. Outras informações podem ser obtidas através do telefone (12) 3642-2605 ou 3642-1776.