Início Pindamonhangaba Prefeitura e Câmara discutem os desafios do transporte público com empresa Viva...

Prefeitura e Câmara discutem os desafios do transporte público com empresa Viva Pinda

Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa

Em reunião realizada na Prefeitura de Pindamonhangaba na manhã desta quinta-feira (18), representantes do Executivo e do Legislativo discutiram com a empresa Viva Pinda ações para melhorias do transporte público coletivo do município.

Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa

O encontro contou com a presença do prefeito Isael Domingues, presidente da Câmara, vereador José Carlos Gomes – Cal, juntamente com os demais vereadores e os representantes da empresa, gerente operacional Antônio Neto Pereira de Moura e os diretores Hélio Camilo Marra e Hélio Camilo Marra Junior, além do secretário de Segurança Pública Fabrício Pereira e a diretora de Trânsito, Luciana Viana.

Publicidade

As autoridades debateram temas como a aglomeração nos ônibus, a falta de atendimento aos moradores da área rural (principalmente região das Oliveiras), não atendimento de alguns horários prejudicando os munícipes, bem como questões trabalhistas e acordos que necessitam ser cumpridos junto aos funcionários da empresa concessionária.

O prefeito Dr. Isael ponderou sobre o processo de licitação em andamento para a escolha de nova empresa no município e a incerteza, em virtude do momento de pandemia e seus reflexos, discutindo a conveniência em disparar o processo neste momento.

A empresa apresentou às autoridades os números do IPK (Índice de passageiros por quilômetro) que é a divisão do número de passageiros equivalentes pela quilometragem média mensal, demonstrando queda anual dos índices e os desafios enfrentados para a administração do serviço público em Pindamonhangaba. Alegou ainda o problema da operação clandestina de transporte que retira o passageiro do sistema, prejudicando a melhoria com novas linhas e horários.

Com essa reunião, os representantes da empresa se colocaram à disposição dos vereadores, para que possam apresentar as reivindicações da população.