Início São José dos Campos GCM e fiscais de Posturas impedem festa clandestina na região sul de...

GCM e fiscais de Posturas impedem festa clandestina na região sul de São José dos Campos

Foto: PMSJC

Com monitoramento das redes sociais e utilização dos serviços de inteligência, a Prefeitura de São José dos Campos impediu, na tarde desta terça-feira (16), a realização de uma festa clandestina com aglomeração em uma chácara do bairro Vila São Bento, na zona sul. Foram apreendidos no local aparelhos de som e grande quantidade de bebidas alcoólicas.

A ação foi executada por guardas civis municipais e agentes do DFPM (Departamento de Fiscalização de Posturas Municipais), com apoio da Polícia Militar através da Atividade Delegada.

Publicidade

O show de forró da terça-feira de Carnaval reuniria cerca de 100 pessoas, de acordo com as informações das forças de segurança.

No último sábado (13), guardas civis municipais, fiscais de posturas, agentes de Mobilidade Urbana e policiais militares já haviam dispersado evento na porta de uma adega no bairro SetVille Altos de São José, na zona leste, com 200 pessoas e 80 veículos. Foram aplicadas multas no estabelecimento comercial e apreendidas bebidas e outras mercadorias.

Foto: PMSJC

Bebidas apreendidas na chácara: mutirão coíbe aglomerações

São José Unida

A operação especial integrada teve início na última sexta-feira (12) e prossegue até a madrugada de quinta-feira (18) com bloqueios e ações em toda a cidade.

As ações de combate aos fluxos e aglomerações são executadas em todos os finais de semana e feriados e integram o programa São José Unida, criado em 2017 com o objetivo de reunir todas as forças de segurança.

Os munícipes podem denunciar aglomerações e descumprimentos das regras de isolamento social pela Central 156 e pelos telefones 153 (GCM), 190 (COI/Copom) e 3901-4120 (DFPM).

Balanço

Nos cinco dias da operação especial integrada, foram interditados e fechados 21 estabelecimentos comerciais (adegas, boates, bares e similares) por descumprimento às regras sanitárias e de isolamento social do Plano São Paulo contra a covid-19.

No total, 55 estabelecimentos comerciais foram multados por irregularidades como aglomerações e funcionamento além do horário determinado. O valor inicial da autuação é de R$ 5 mil, dobrando em caso de reincidência.

Foram presas cinco pessoas, sendo três por tráfico de drogas, uma por furto de veículo e uma que era foragida da Justiça. No total, foram aplicadas 507 multas por irregularidades de trânsito e som alto. Um motorista foi detido por embriaguez ao volante.

As forças de segurança abordaram 1.251 pessoas e vistoriaram 465 veículos (carros e motos). Nas ações de bloqueio também foram apreendidos e recuperados 162 veículos.