Início São José dos Campos São José dos Campos termina 2020 sem registro de latrocínios

São José dos Campos termina 2020 sem registro de latrocínios

Foto: Claudio Vieira/PMSJC

São José dos Campos não teve nenhum latrocínio (roubo seguido de morte) em 2020. É a primeira vez que isto acontece desde 2002, considerando os dados desde o início da série histórica da SSP (Secretaria de Estado da Segurança Pública), em 2002.

Além do fato histórico, no ano passado a cidade registrou os menores índices de homicídios, roubos, furtos, roubos de veículos e furtos de veículos em comparação ao mesmo período dos últimos 19 anos.

Publicidade

As taxas de criminalidade de janeiro a dezembro de 2020 foram divulgadas nesta segunda-feira (25) pela SSP.

Os principais índices têm despencado progressivamente, principalmente na comparação com 2016, ano anterior à implantação do programa São José Unida, que reúne todas as forças de segurança com o objetivo de prevenir a violência e reduzir as taxas de criminalidade.

Homicídios em queda

Em 2020, foram registrados 37 mortes, uma média de 3 por mês. Desde que o São José Unida foi implantado em 2017, as taxas de homicídios vêm sendo reduzidas ano a ano: foram 38 em 2019, 54 em 2018 e 56 em 2017.

Na comparação com 2016, o total de mortes foi reduzido a mais da metade – naquele ano, o número de homicídios chegou a 81 (queda de 54%).

Criminalidade despencando

As taxas de roubos, furtos, roubos de veículos e furtos de veículos também despencaram em 2020 e também são as menores dos últimos 19 anos.

Foram 1.809 roubos, índice 57% menor do que em 2016, quando foram 4.254. Deste total do ano passado, 9 casos envolveram cargas, número considerado baixo. Outro dado que chama atenção é que não houve assaltos a banco, a exemplo de 2019.

Os 4.025 furtos do ano passado representam queda de 37% em relação a 2016 –na ocasião, foram registrados 6.376.

Quanto aos roubos de veículos, a queda quanto a 2016 foi de 68% — 276 em 2020 contra 853 em 2016. Foram registrados 986 furtos de veículos, o que representa uma redução de 58% na comparação com 2016, quando foram registrados 2.366.

Alívio na pandemia

O diretor do Deinter-1 (Departamento de Polícia Judiciária do Interior), Célio José da Silva, comemorou a redução dos índices de criminalidade, bom resultado que ele atribui à união das forças de segurança.

“O programa São José Unida tem garantido mais tranquilidade aos moradores de São José. No estresse causado pela pandemia da covid-19, a redução das taxas de criminalidade garante alívio à população. Traz esperança, a exemplo do que está acontecendo atualmente com a chegada da vacina”, disse o delegado.

“O objetivo das forças de segurança é servir e proteger a população. A redução progressiva dos índices de criminalidade é motivo de satisfação e prova de que nossa missão está sendo bem cumprida”, afirmou o coronel Dinael Carlos Martins, comandante do CPI-1 (Comando de Policiamento do Interior) e responsável pelo Policiamento Militar na RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira).

São José mais segura

“As ações da Prefeitura, como implantação de lâmpadas de LED e novas câmeras de segurança, além da revitalização das praças, têm contribuído para reduzir os índices de criminalidade. Estas melhorias, aliadas à união de forças e ao uso de tecnologia de ponta, têm contribuído para que São José tenha índices de criminalidade de países do primeiro mundo”

Coronel Dinael Carlos Martins
Comandante do Policiamento Militar na RMVale

“O trabalho integrado intenso promovido pelo programa São José Unida tem feito a diferença, inibindo a criminalidade. O fato de não termos casos de latrocínio em 2020 é muito positivo. Quem ganha é a população, que tem mais segurança para sair às ruas e trabalhar”

Célio José da Silva
Diretor do Deinter-1

“Tenho me sentido mais segura nas ruas. A queda dos índices de criminalidade é uma boa notícia em meio à agonia que temos vivido com a pandemia da covid-19”

Aline Martins
Dona de casa

“Melhorou muito a segurança em São José. A união de forças que está ocorrendo é fundamental. Espero que os índices sejam reduzidos ainda mais”

Brena Maria de Oliveira Aparecida
Cobradora de ônibus

Índices de criminalidade (janeiro a dezembro)

HOMICÍDIOS

2020: 37

2019: 38

2018: 54

2017: 56

2016: 81

Redução de 3% na comparação com 2019, de 31% quanto a 2018, de 34% em relação a 2017 e de 54% na comparação com 2016

ROUBOS:

2020: 1.809

2019: 2.206

2018: 2.844

2017: 3.138

2016: 4.254

Queda de 18% em relação a 2019, de 36% quanto a 2018, de 42% na comparação com 2017 e de 57% em relação a 20160

FURTOS:

2020: 4.025

2019: 5.126

2018: 5.688

2017: 6.213

2016: 6.376

Decréscimo de 21% quanto a 2019, de 29% em relação a 2018, de 35% na comparação com 2017 e de 37% 2016

ROUBOS DE VEÍCULOS

2020: 276

2019: 452

2018: 707

2017: 770

2016: 853

Redução de 39% na comparação com 2019, de 61% quanto a 2018, de 64% em relação a 2017 e de 68% na comparação com 2016

FURTOS DE VEÍCULOS:

2020: 986

2019: 2.193

2018: 2.045

2017: 2.488

2016: 2.366

Decréscimo de 55% quanto a 2019, de 52% em relação a 2018, de 60% na comparação com 2017 e de 58% quanto a 2016

Investimentos e ações da Prefeitura na segurança

• Implantação de solução de Cidade Inteligente (SCaaS – Smart City as a Service), com 1.000 câmeras com inteligência por toda a cidade, interligação semafórica, antenas de wi-fi com internet gratuita à população e a criação de um CSI (Centro de Segurança Integrada)

• Criação do programa São José Unida, que reúne todas as forças de segurança do município para prevenir e reduzir os índices de criminalidade

• Contratação de 100 novos guardas civis municipais, aumentando o efetivo para os atuais 336 integrantes

• Maior agilidade e melhores resultados no trabalho diário da Guarda Civil Municipal após a substituição de 100% da frota por carros elétricos. Também foram adquiridos drone, microcâmeras para uso nos uniformes, radiotransmissores digitais, tablets, novas e modernas armas, fardamentos e coletes à prova de bala

• Portais de segurança, que consistem em câmeras de monitoramento com tecnologia de fotossensores, que permitem a obtenção de informações instantâneas sobre os veículos que passam pelos portais de segurança instalados em vários pontos de entrada e saída da cidade

• Modernização do sistema de iluminação pública, com implantação de lâmpadas de LED em todas as regiões da cidade

• Retomada da Atividade Delegada, em parceria com a Polícia Militar

• Implantação da Patrulha da Lei Maria da Penha, garantindo mais segurança para as mulheres vítimas de violência doméstica e familiar