Início Variedades Museus do Governo localizados em Tupã e Campos do Jordão interrompem suas...

Museus do Governo localizados em Tupã e Campos do Jordão interrompem suas atividades

Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa

Espaços poderão funcionar até às 20h durante a semana e fecharão suas portas nos fins de semana de 30/1 e 31/1 e 6/2 e 7/2. Medidas valem a partir de 25/01

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo informa que todas as atividades culturais serão interrompidas nos fins de semana de 30/1 e 31/1 e 6/2 e 7/2, datas em que está decretada a Fase Vermelha no Estado.

A interrupção total continuará valendo para todos os dias da semana a partir das 20h, o que obrigará a cena artística a antecipar o horário de sua programação presencial. Parte das regiões, incluindo a capital, foi reclassificada para a Fase Laranja, o que permite o funcionamento dos espaços. Mas os museus que estão nas regiões colocadas na Fase Vermelha terão de fechar suas portas. São eles: Museu Índia Vanuíre (Tupã) e Museu Felícia Leirner e Auditório Claudio Santoro (Campos do Jordão), localizados respectivamente nas regiões de Marília e Taubaté. As medidas começam a valer nesta segunda-feira 25/01. Mesmo sendo feriado na capital paulista, será considerado dia útil na cidade, portanto as atrações funcionarão normalmente. A programação on-line de todas as instituições está mantida.

Publicidade

“As instituições culturais do Governo do Estado de São Paulo seguem expressamente todos os protocolos exigidos pelas instituições competentes para, assim, continuar oferecendo suas atrações presenciais ao público durante a semana, com total segurança, bem como estimular a dimensão econômica da cultura, oferecendo atividades on-line.”, afirma Sérgio Sá Leitão, secretário estadual de Cultura e Economia Criativa. 

Protocolos de segurança
Os espaços culturais continuarão seguindo rígidos protocolos de segurança e saúde, preconizados pela Organização Mundial da Saúde e pelo Centro de Contingência. Entre as ações estão o distanciamento de pessoas, a proibição de atividades com público em pé, a adoção dos protocolos específicos para cada área cultural e a higienização de ambiente, bem como o horário exigido para restrição de atividades, às 20h, durante a semana e o encerramento de público presencial no sábado, domingo e feriados. As medidas vão vigorar até o dia 7 de fevereiro.  

Os estabelecimentos localizados em regiões na Fase Laranja podem funcionar por até oito horas diárias, com atendimento presencial limitado a 40% da capacidade e encerramento às 20h.