Início Pindamonhangaba Atrativo turístico, Bica da Galega receberá mosaico em Pindamonhangaba

Atrativo turístico, Bica da Galega receberá mosaico em Pindamonhangaba

Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa

Um importante atrativo turístico e histórico de Pindamonhangaba, a Bica da Galega, conhecida no passado como Chafariz da Galega, receberá neste mês um mosaico artístico que retratará a sua história e a finalidade para a qual era utilizada. A ação é do Departamento de Turismo da Prefeitura de Pindamonhangaba e teve início nesta semana.

Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa

“Iniciamos o trabalho para revitalizar o espaço e esse importante ponto da cidade, localizado hoje na entrada do bairro Campo Belo. Durante os próximos 15 dias o local estará interditado para uso em virtude das obras”, afirmou a secretária adjunta de Cultura e Turismo, Ana Lúcia Gomes. O trabalho vem sendo realizado pela artista Cláudia Blanco e a ação teve participação da vereadora Gislene Cardoso.

Publicidade

História
Conhecido também como Chafariz da Galega, o local era conhecido pela pequena nascente de água potável situada no tradicional bairro Vila Nair, próximo ao leito da Estrada de Ferro Campos do Jordão, com um reservatório sempre cheio de água, escoando por uma bica.

Segundo os historiadores, lavadeiras da redondeza utilizavam a fonte de água corrente para o seu trabalho, e o local também servia aos tropeiros da região que passavam para abastecer seus cantis, saciar sua sede e dos animais, para prosseguir viagem. A bica e a nascente ainda existem no local, porém o reservatório foi retirado. Frequentemente a Prefeitura verifica a potabilidade da água.

A Bica da Galega sempre foi uma preocupação para o município, como relembrou recentemente o jornalista da Tribuna do Norte, Altair Fernandes de Carvalho, resgatando a edição do Jornal Tribuna do Norte de 10/2/1884, que publicara um apelo curioso na edição de mais de 136 anos.

Nesta edição, o editor da época chamava a atenção dos vereadores “para o estado lastimoso em que se achava a única fonte de água potável da cidade”. Segundo o texto, a caixa d´água estava caindo aos pedaços, com cadeado de sua tampa quebrado, expondo a população a beber impurezas”.

Segundo as pesquisas de Altair Fernandes, somente anos depois, foram inaugurados os chafarizes da Boa Vista, da Praça do Quartel e da Praça da Cascata.

Preservação do patrimônio
A revitalização de pontos históricos, bem como de imagens e esculturas do município vem sendo prioridade na atual gestão que no início do ano, através do Departamento de Cultura, realizou a revitalização das imagens e esculturas afixadas em praças e parques da cidade.

“Esse trabalho é essencial para resgatar nossa história e assim respeitar o direito de as futuras gerações conhecerem sua própria história”, afirmou o prefeito Isael Domingues.

Recentemente foram restaurados a imagem de Santa Terezinha, busto do Dr. Cícero Prado, monumento em homenagem ao Amácio Mazzaropi, imagem de São Francisco, monumento em homenagem a Francisco Marcondes Monteiro, busto de Tancredo Neves, monumento em homenagem aos Guardas de Honra de Dom Pedro, monumento em homenagem ao Barão Homem de Melo, monumento em homenagem a José Athayde Marcondes e a Imagem de Nossa Senhora Assunção.