Início Pindamonhangaba Vandalismo e furto contra o patrimônio público trazem grandes prejuízos à população...

Vandalismo e furto contra o patrimônio público trazem grandes prejuízos à população de Pinda

Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa

O Ponto de Entrega Voluntária – PEV do Araretama, recentemente entregue à população, foi alvo de vandalismo e furto na madrugada da última quarta-feira (18). Infratores atacaram o alambrado e uma proteção de concreto para realizar o furto do hidrômetro desta unidade, localizada na Av. Nicanor Ramos Nogueira.

Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa

A ação criminosa trouxe desperdício no consumo de água durante toda a madrugada e está sendo reparada pelos servidores públicos da Secretaria de Obras. A Prefeitura lamenta o ocorrido, ressalta que esse tipo de ação traz enormes prejuízos aos cofres públicos e pede a população que colabore através de denúncias à Polícia Militar e GCM.

Publicidade
Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa

Outro ato desta natureza que vem se repetindo constantemente ocorre na fonte da Praça Monsenhor Marcondes, onde indivíduos adentram para tomar banho e fazer uso indevido do equipamento, atrapalhando o bom andamento e deteriorando esse atrativo existente para tornar o espaço mais agradável ao público. No último mês de outubro, a fonte da praça foi vandalizada por duas vezes, tendo sido deteriorados os bicos da fonte e o registro.

Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa

Com a ação desses infratores, o sistema fica totalmente desregulado, causando desperdício de água e alto custo para a realização do reparo, consumindo muitas vezes hora extra de servidores públicos da Secretaria de Obras e Planejamento.

“As pessoas têm que entender que vandalizar patrimônio público é um ato criminal e prejudica toda a comunidade, além de trazer prejuízos financeiros para nossa cidade. Nossa GCM não tem corpo para evitar a quantidade de ataques que nossos equipamentos sofrem e precisamos contar com a conscientização do zelo e de tratar o bem público da mesma maneira que cuidamos da nossa casa”, afirmou a secretária de Obras, Marcela Franco.