Início São José dos Campos Polícia Ambiental apreende cobras e lagartos em São José dos Campos

Polícia Ambiental apreende cobras e lagartos em São José dos Campos

Foto: divulgação/Polícia Ambiental

A Polícia Ambiental apreendeu na manhã desta quinta-feira (8), cobras e lagartos, no Bosque dos Eucaliptos, em São José dos Campos. Apreensão aconteceu durante Operação Francisco de Assis e animais eram mantidos em cativeiro.

De acordo com a PM, a operação teve início no período da manhã, em todo o Estado de São Paulo, e nas primeiras horas, após receber denúncia anônima de animais mantidos em cativeiro a Polícia Ambiental foi até o local e encontrou Pitons, Corn Snake, Jibóia, Dragão Barbado e Iguanas — exóticos e nativos, todos sendo mantidos em cativeiro.

Publicidade
Foto: divulgação/Polícia Ambiental

O proprietário do local foi detido e informou que os animais não eram comercializados. A origem e documentação não foram comprovadas.

A ocorrência foi apresentada no Distrito Policial da cidade e o homem vai responder por crime ambiental. Ele foi multado pela Polícia Ambiental em R$ 4.800,00 por manter em cativeiro e introduzir espécies exóticas na fauna silvestre. Os repteis foram destinados ao órgão ambiental autorizado na região.

Operação Francisco de Assis

Polícia Militar Ambiental deflagra em todo o estado de São Paulo, nos dias 08 e 09 de outubro de 2020, a Operação Francisco de Assis com o emprego de mais de mil policiais militares ambientais, 380 viaturas (terrestres e náuticas) dos Batalhões de Polícia Ambiental.

A operação batizada de Francisco de Assis presta homenagem ao Giovanni di Pietro di Bernardone, mais conhecido como Francisco de Assis (1182 — 3 de outubro de 1226), um dos primeiros e mais importantes defensores dos animais e do meio ambiente.

O principal foco da operação é a proteção à fauna silvestre, em especial o combate ao tráfico, comércio e cativeiro ilegal, atividades responsáveis pela terceira maior movimentação de dinheiro ilícito no mundo.

A operação também tem como objetivo combater o crime de porte ilegal de arma, caça ilegal, maus-tratos e de conscientizar a população para a proteção da fauna, para a proteção dos habitats e do meio ambiente.