Início Pindamonhangaba Trabalhadores fazem nova paralisação na Novelis contra redução na PLR

Trabalhadores fazem nova paralisação na Novelis contra redução na PLR

(Foto: Guilherme Moura)

Os trabalhadores da fábrica Novelis, em Pindamonhangaba, fizeram mais uma paralisação nesta quinta-feira, dia 6, contra a redução da PLR (Participação nos Lucros e Resultados). Esse foi o terceiro protesto pelo mesmo motivo.

Outras paralisações ocorreram no dia 29 e também na noite de sexta-feira, dia 31. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos, em maio a empresa apresentou um cenário de queda brusca na produção, inclusive com possibilidade de demissões e assim decidiu cortar metade da PLR, mas no mês seguinte a produção já retornou ao normal.

Publicidade

De acordo com o presidente do sindicato, André Oliveira, este mês a fábrica irá atingir o chamado “Over Perfomance”.

“É quando a produção supera a expectativa mais alta. A previsão era atingir o pico de 51 mil toneladas de alumínio, e agora já se sabe que vai chegar em 52, e a previsão é de produção cheia até março do ano que vem. As paralisações estão tendo adesão total e o sindicato vai insistir nisso conforme a vontade do trabalhador”, disse.

Segundo ele, a empresa ainda não aceitou abrir negociação sobre a PLR.

No último relatório financeiro da empresa, o Ebitda (Lucros antes de juros e impostos) da Novelis bateu recorde de $ 383 milhões de dólares no trimestre, com alta de 7% sobre o ano anterior.

A fábrica também é a que tem mais casos de funcionários com Covid-19, com 35 trabalhadores. A Novelis atua no ramo do alumínio e emprega atualmente 1.300 pessoas em Pinda.

Posicionamento da Novelis

A Novelis informa que houve uma manifestação do Sindicato dos Metalúrgicos durante a entrada dos profissionais que compõem o turno das 7h, nesta quinta-feira, 6 de agosto. Esta ação não impactou as operações da empresa. 

Desde o início da pandemia, a Novelis tem adotado rigorosas medidas preventivas para preservar a saúde e segurança de seus profissionais e, ao mesmo tempo, garantir o abastecimento de produtos essenciais para as indústrias de alimentos, medicamentos e de higiene pessoal.

Entre as medidas adotadas destacamos: aferição de temperatura, uso obrigatório de máscaras, campanhas de conscientização, sanitização profissional, adequação da estrutura física dos restaurantes e aumento do número de ônibus oferecidos pela empresa.

A pandemia trouxe impacto para a atividade econômica no Brasil e no mundo e tivemos que nos ajustar a essa nova realidade. Diante das medidas autorizadas pelo Governo Federal, como redução salarial, suspensão temporária do contrato de trabalho, redução proporcional da jornada e de salários, a empresa optou por manter todos os postos de trabalho e sem redução de salários.

Entretanto, para evitar redução do quadro de funcionários, a empresa precisou adotar uma série de medidas para redução de custos e manutenção da competitividade do negócio, como congelamento de novas contratações e de serviços de terceiros não essenciais, bem como redução do bônus dos executivos e PPR de seus profissionais.

A Novelis reitera seu compromisso com seus profissionais e com a sociedade. Nesse sentido, vem apoiando a Secretaria de Saúde e de Assistência Social de Pindamonhangaba para superar este difícil momento.

A empresa respeita as atividades desenvolvidas pelos sindicatos de classe, prezando o diálogo transparente entre as partes.