Início Pindamonhangaba Fundo Social de Pindamonhangaba doa máscaras de tecido para a população

Fundo Social de Pindamonhangaba doa máscaras de tecido para a população

(Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa)

O Fundo Social de Solidariedade de Pindamonhangaba está doando máscaras de tecido para a população. Inicialmente, a doação de máscaras foi realizada junto à doação de cestas básicas, integrando a campanha “Uma Mão Lava a Outra”, ou seja: além das cestas, as famílias também receberam suas máscaras individuais. Contudo, graças à participação de voluntários e a doação de material, foi possível a confecção de mais de 10 mil máscaras de tecido e de TNT para a ampliação desta distribuição.

Comerciantes e empresários da cidade doaram tecidos e aviamentos para que costureiras e artesãs do Fundo Social, e voluntárias da Igreja Assembleia de Deus pudessem confeccionar as máscaras que estão sendo doadas.

Publicidade

Voluntários do Fundo Social percorrem as ruas do centro e fazem a doação às pessoas que estão nas filas dos bancos e que precisam estar nas ruas. Lembrando que o decreto municipal 5779, de 22 de abril de 2020, no seu artigo 5º, determina o uso obrigatório de máscaras de proteção para todos aqueles que venham a acessar os estabelecimentos descritos neste decreto, bem como para aqueles que venham a utilizar os serviços de transporte público coletivo ou de transporte individual de passageiros. O parágrafo primeiro do artigo diz ainda que os estabelecimentos que se encontram autorizados a funcionar em regime de exceção deverão proibir a entrada e circulação, em suas dependências, de pessoas que não estejam fazendo uso de máscara, devendo, ainda, disponibilizarem os materiais gráficos constantes no Anexo II, conforme termos e condições orientativas expedidas pela Prefeitura.

Essa ação é importante para que aquelas pessoas que não têm condições de ter uma máscara não passem por situações de risco nem por nenhum momento embaraçoso, como o relatado por um voluntário do Fundo Social. Ele disse que, nesta semana, estava na porta de um banco e encontrou um senhor idoso que saiu chorando da agência porque não tinha máscara e foi proibido de entrar. A situação chegou a emocionar o voluntário, que prontamente fez a doação da máscara ao idoso. Para ele, essa situação reforçou a necessidade deste serviço que está sendo prestado pelo Fundo Social.

“Toda a ajuda é bem-vinda. Precisamos sempre de doações de material e ajuda de quem puder confeccionar as máscaras para doação. Agradecemos aqueles que já colaboram conosco, mas não sabemos até quando essa situação permanecerá, por isso, peço que continuem nos ajudando”, destacou a presidente do Fundo Social de Solidariedade, que está à frente da campanha “Uma Mão Lava a Outra”, Claudia Domingues.