Início Ubatuba Instituto Argonauta segue a todo vapor salvando vidas de animais, mas com...

Instituto Argonauta segue a todo vapor salvando vidas de animais, mas com os devidos cuidados

Mesmo em meio a pandemia mundial do Coronavírus, o Instituto Argonauta continua o seu trabalho de conservação e preservação dos ambientes costeiros e marinho em todo o Litoral Norte de São Paulo. A equipe segue com força total no trabalho precioso de salvar a vida da fauna marinha, no entanto, todos estão devidamente equipados com EPIs (Equipamentos de proteção individual).

Coordenadora Técnica do Instituto Argonauta, a bióloga Carla Beatriz Barbosa detalha que foi elaborado um Plano de Ação do Instituto em consonância com a Mineral Engenharia e Meio Ambiente, Petrobras e IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). “Algumas ações de precaução estão sendo tomadas, como a redução da equipe na base do Instituto, o trabalho remoto em home office e o revezamento em escalas para atendimento de prontidão dos animais”, explicou a coordenadora.

Publicidade

Além disso, a equipe reduzida que se desloca até a base, passa por uma rotina de higienização das mãos com a lavagem e o álcool em gel 70% que fica à disposição dos profissionais em cada departamento. A coordenadora ainda introduziu em sua rotina o cuidado de falar com cada funcionário, conversando sobre seu bem-estar e de sua família.

Presidente do Argonauta, o oceanógrafo Hugo Gallo Neto salientou que o trabalho de resgate e reabilitação da fauna marinha não para. “Caso algum animal seja encontrado, nós iremos atender mesmo com a COVID-19, mas sempre zelando pela segurança da nossa equipe. Qualquer pessoa que encontrar ou identificar um animal marinho precisando de socorro, pode ligar no 0800 para nos acionar ou informar as ocorrências através do aplicativo Argonauta”, reforçou.

Vale lembrar que a recomendação da OMS (Organização Mundial da Saúde), dos órgãos públicos e de especialistas é para que as pessoas permaneçam em casa; em isolamento social. Os municípios de Ubatuba e São Sebastião instituíram um decreto municipal que proíbe o acesso às praias. Nas cidades de Caraguatuba e Ilhabela a orientação das autoridades municipais é a mesma. A circulação das pessoas pode, por exemplo, aumentar as chances de exposição da equipe de campo do Argonauta ao Coronavírus. Cada um fazendo sua parte, logo essa fase vai passar!

Sobre o Instituto Argonauta

O @institutoargonauta foi fundado em 1998 pela Diretoria do Aquário de Ubatuba e reconhecido em 2007 como OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público). O Instituto tem como objetivo a conservação do Meio Ambiente, em especial a conservação dos ecossistemas costeiros e marinhos. Para isso, apoia e desenvolve projetos de pesquisa, resgate e reabilitação da fauna marinha, educação ambiental e resíduos sólidos no ambiente marinho, dentre outras atividades. O Instituto Argonauta também é uma das instituições executoras do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural na Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama.

Esse projeto tem como objetivo avaliar os possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo sobre as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, por meio do monitoramento das praias e do atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos animais encontrados mortos.

O projeto é realizado desde Laguna/SC até Saquarema/RJ, sendo dividido em 15 trechos. O Instituto Argonauta monitora o Trecho 10, compreendido entre São Sebastião e Ubatuba.

Seja um Argonauta!

Para acionar o serviço de resgate de mamíferos, tartarugas e aves marinhas, vivos debilitados ou mortos, entre em contato pelos telefones 0800-6423341 ou diretamente para o Instituto Argonauta: (12)3833-4863 / (12) 3834-1382 (Aquário de Ubatuba) / (12) 38335753 / (12) 99705-6506 – WhatsApp. Também é possível baixar gratuitamente o Aplicativo Argonauta, disponível para os sistemas operacionais iOS (APP Store) e Android (Play Store). No aplicativo, o internauta pode informar ocorrências de animais marinhos debilitados ou mortos em sua região.

Conheça mais sobre o nosso trabalho em: www.institutoargonauta.org e www.facebook.com/InstitutoArgonauta/