Início Taubaté Taubaté confirma mais 4 casos de coronavírus

Taubaté confirma mais 4 casos de coronavírus

REUTERS/Yves Herman

A Vigilância Epidemiológica de Taubaté alterou o boletim de atualização de casos de coronavírus com a inserção de novas informações. Com o aumento do número de casos suspeitos, confirmados e mortes, o objetivo é apresentar informações complementares a respeito do atual cenário e da estrutura montada no município para o acolhimento dos pacientes.

A partir de agora, serão agregados ao boletim diário dados como taxa de ocupação de leitos hospitalares, altas de pacientes e total de exames colhidos.

Publicidade

A população também pode ter acesso ao Mapa Dinâmico do Coronavírus. Esta ferramente tecnológica permite o acompanhamento atualizado da progressão de casos em um mapa com as regiões mais atingidas, além de informações em gráficos. A próxima atualização do mapa está prevista para ocorrer na quarta-feira, dia 22 de abril. Os arquivos podem ser acessados pelo link https://www.taubate.sp.gov.br/coronavirus/.

Atualização
Taubaté confirmou na tarde desta terça-feira, dia 21 de abril, mais quatro casos de coronavírus.

O caso mais grave é o de uma idosa de 74 anos, portadora de comorbidade (neoplasia), moradora do distrito de Quiririm e que está internada na UTI em um hospital de Pindamonhangaba.

O segundo caso é de uma jovem de 13 anos, sem comorbidades, moradora da região central. Ela teve contato com pessoas que viajaram ao exterior. Os dois outros casos são de um homem de 36 anos e de uma mulher de 34 anos. Ambos são moradores do Jardim das Nações, não apresentam comorbidades e histórico de deslocamento. Estes três últimos pacientes passam bem e estão em isolamento social em suas residências.

Com isto, o município chega a 25 casos confirmados da doença (24 casos e uma morte), além de uma morte de um paciente de São Paulo que estava internado em Taubaté.

Isolamento
Taubaté apresentou queda na última segunda-feira, dia 20 de abril, e atingiu uma taxa de 51% de isolamento social. O indicador do município igualou novamente a média do Estado de São Paulo.

De acordo com o Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo,a adesão ideal para controlar a disseminação da doença é de 70%. Se a taxa continuar baixa, o número de leitos disponíveis no sistema de saúde não será suficiente para atender a população.