Início Pindamonhangaba Transporte de calcário beneficia produtor rural de Pindamonhangaba

Transporte de calcário beneficia produtor rural de Pindamonhangaba

(Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa)

A Prefeitura de Pindamonhangaba, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Departamento de Agricultura, retoma, neste ano, com o serviço de transporte de calcário para produtor rural. De acordo com informações do departamento, inicia-se agora, no final de junho, a época ideal para os produtores colocarem calcário no solo, pensando no plantio de verão, que se dá entre setembro e outubro.

A lei 5220, de 5 de julho de 2011, determina que a Prefeitura de Pindamonhangaba realize o transporte de até 16 toneladas de calcário por produtor, por ano. O secretário Adjunto de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura, Paulo Imparato, explicou que a administração municipal realiza esse serviço porque o calcário é considerado um insumo relativamente barato, tanto que, para o produtor, muitas vezes o frete acaba ficando mais caro que o próprio produto.

Publicidade

Para ter direito ao transporte, o produtor precisa entrar com processo na Prefeitura, sendo necessário apresentar a análise do solo e o comprovante de pagamento do calcário.

O secretário adjunto informou, ainda, que a Prefeitura também pode auxiliar na análise do solo: ou o produtor realiza a coleta e encaminha para o Departamento de Agricultura que, por sua vez, encaminha para o Laboratório da Unitau; ou o técnico da Prefeitura vai até o local e realiza a coleta. A análise do laboratório demora cerca de 15 dias para ficar pronta e tem um custo relativamente baixo, com validade de até um ano.

“A análise de solo vai comprovar a necessidade da quantia do calcário por produtor”, explicou o secretário adjunto. “O calcário gera diversos benefícios no solo, já que corrige seu PH, levando a uma melhor resposta na adubação e no resultado de qualquer plantação. Quanto antes o produtor calcariar o solo, melhor, porque o calcário demora alguns dias para reagir quimicamente, dependendo do PH e da umidade do solo”, completou.