Início Taubaté Expedição em Taubaté resgata “caminho do ouro”

Expedição em Taubaté resgata “caminho do ouro”

(Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa)

Taubaté recebe na tarde desta sexta-feira, dia 22 de março, um grupo de expedicionários que percorreu 120 quilômetros a partir de Paraty em um resgate do “caminho do ouro”.

A expedição foi organizada para refazer os passos dos bandeirantes, comerciantes e aventureiros dos séculos XVII e XVIII, que transportavam o ouro extraído das Minas – principalmente de Ouro Preto e São João Del Rey – para o núcleo urbano de Taubaté.

Publicidade

A chegada da expedição está prevista para as 14h na praça Monsenhor Silva Barros. Para recepcionar o grupo, a prefeitura preparou shows de moda de viola com duplas caipiras, grupos de congadas e moçambiques, além da turma do Sítio na van literária.
O percurso foi indicado pela professora e paleógrafa Lia Carolina Prado Alves. Após estudo nos inventários, escrituras, cartas e outros documentos da época, a pesquisadora concluiu qual o caminho em que era levado o ouro de Taubaté a Paraty.

O grupo de expedicionários é liderado por Silésio Tomé, idealizador do projeto Sertões de Taubaté. São 10 pessoas ao todo, entre elas representantes do Grupo de Andarilhos de Caçapava. O trajeto foi feito caminhando, como viajavam os primitivos sertanistas, registrando e mapeando o percurso para resgatar um importante episódio da história valeparaibana.

Taubaté

A Casa de Fundição de Taubaté foi um dos marcos desta época, fundada em 1697, tendo como provedor o bandeirante Carlos Pedroso da Silveira. Lá também funcionava a “casa de quintos”: o ouro era fundido em barras e a quinta parte (20%) era separada para a coroa portuguesa. De Taubaté, o ouro era levado até Paraty para o embarque em navios, passando por onde hoje são os municípios de Lagoinha e Cunha.

Percurso

A partida aconteceu às 4h da madrugada de 20 de março, em Paraty, na Igreja dos Remédios. O percurso segue por Cunha e Lagoinha, até chegar em Taubaté.
Na madrugada do dia 22, o grupo deve passar pelos bairros do Macuco, Pedra Grande, Mato Dentro, Sete Voltas, Monjolinho, e Ipiranga, com previsão de chegada às 14h na praça Monsenhor Silva Barros.

A expedição tem o apoio das prefeituras de Paraty, Cunha, Lagoinha e Taubaté.