<

Vale News

Seg24042017

AtualizadoDom, 23 Abr 2017 3pm

Back Você está aqui: Home Geral Pinda: ACIP realiza palestra com Cristiano Müller

Pinda: ACIP realiza palestra com Cristiano Müller

No dia 25 de abril, às 19h30, no auditório da Funvic, em Pindamonhangaba, o público em geral poderá conferir como foi a expedição do montanhista Cristiano Müller ao topo do Monte Everest, no Nepal. Ele que se afastou do trabalho por um ano para desenvolver o Projeto “No Topo do Mundo”. 

CristianoMuller30032017
No cume do Mont Blanc (4.810m), a montanha mais alta dos Alpes (Foto: Extremos.com)

Durante a expedição Cristiano Müller aprendeu a lidar com o desconhecido, desenvolveu ainda mais a habilidade na área de planejamento e aprendeu a ter resiliência, respeitando a montanha. O objetivo com a palestra é motivar equipes de forma inovadora. Mostrar que se uma pessoa comum conseguiu chegar até o topo do Everest, com um bom planejamento, treinamentos físicos adequados e uma dose extra de ousadia, todas as pessoas são capazes de grandes feitos, basta determinação e dedicação ao projeto.

Durante a palestra, Cristiano responde a algumas questões: Quando planejamento e estratégia passam a ser essenciais para a conclusão de um projeto? Qual o momento certo de desistir ou de seguir em frente? O que passa na mente de uma pessoa a 8.848 metros de altitude?
Você vai entender que na montanha, como no nosso dia-a-dia, estamos sujeitos a intempéries, temos que aprender a manter o equilíbrio e seguir em frente.

Sobre o palestrante
Com 38 anos, Cristiano é executivo de uma multinacional há 19 anos e responsável por gerenciar a construção de importantes projetos do setor de energia em vários países do mundo. Durante 4 anos, ele dividiu o tempo entre as escaladas e o trabalho. Mas, pensando em se dedicar ao montanhismo de forma mais efetiva, decidiu tirar um ano sabático para desenvolver o Projeto “No Topo do Mundo”, em que escalaria algumas das principais montanhas mais altas do planeta, culminando com a subida do Monte Everest.
Do projeto fazem parte um livro e um documentário, que serão lançados esse ano.

Antes de chegar ao cume do Everest, Cristiano conquistou outras montanhas, tais como: Monte Elbrus, na Rússia, a 5.642 metros, Mont Blanc, na França, a 4810 metros, Aconcágua, na Argentina, a 6962 metros e o monte Matterhorn (tentativa), na Suíça, divisa com a Itália, a 4478 metros de altitude. Subiu o Monte Denali (tentativa), no Alasca, com 6.194 metros, Aiguille Du Moine, na França, a 3412metros, Mont Blanc, na França, a 4810metros (escalando sozinho), Monte Manaslu (tentativa), no Nepal, a 8163 metros, Monte Kilimanjaro, na África, a 5895 metros de altitude.

“Tem pessoas que dizem que o cume não é o mais importante, que o mais importante é o caminho, mas, o cume é algo muito importante pra mim”, afirma Cristiano, que desenvolveu um forte treinamento para conquistar o cume do Everest.

O montanhista deve lançar o livro e o documentário ainda no primeiro semestre de 2017 e, oferece palestras abertas e in company, na região do Vale do Paraíba e, em todo país.

Últimas Coberturas

+ lidas da semana

+ lidas do mês