Início São José dos Campos Mais de 3.500 pessoas vencem a Covid-19 em São José dos Campos

Mais de 3.500 pessoas vencem a Covid-19 em São José dos Campos

Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Numa intensa luta de mais de 4 meses contra a covid-19, os profissionais de saúde de São José dos Campos comemoram cada alta de paciente ou confirmação de que alguém em isolamento domiciliar está livre da doença provocada pelo novo coronavírus. Conforme o boletim epidemiológico divulgado nesta quinta-feira (30), já estão recuperados 3.568 moradores, o que corresponde a 52,75% do total acumulado de casos.

Das 6.763 pessoas com exames positivos na cidade, 2.905 se recuperam em casa (42,95%), monitoradas pelas equipes de saúde, e 90 estão internadas (1,33%), sendo 56 na UTI e 34 na enfermaria. Houve 200 óbitos (2,95%) até essa atualização.

Publicidade

Tanto a rede pública como particular estão conseguindo atender os pacientes com sintomas, positivos ou suspeitos, que precisam ser hospitalizados. As taxas de ocupação de leitos exclusivos para covid são de 80,5% na UTI e 66,5% na enfermaria. No Hospital Municipal, esses índices são, respectivamente, 73,8% e 67,5%.

Altas passam de 500

Desde o início da pandemia, o  Hospital Municipal concedeu 550 altas. Mantida pela Prefeitura e gerenciada pela SPDM (Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina), a unidade atende os pacientes da rede pública.

A felicidade pela alta de um familiar é comovente. Alegria que leva às lágrimas na hora do reencontro. Assim foi o momento em que Maria de Fátima (filha) e Letícia (neta) puderam rever dona Aparecida Leme Turíbio, que completa 77 anos em agosto.

“Este é o melhor presente para ela”, disse Maria de Fátima, emocionada em poder abraçar a mãe novamente após 10 dias de internação. “Quando o hospital ligou, eu já queria vir buscar na hora. Agradeço de coração esses anjos, que são os funcionários e cuidaram tão bem dela.”

Prevenção e enfrentamento

Com estratégia e gestão eficiente dos recursos, a Prefeitura vem tomando as medidas necessárias para proteger a população, principalmente os grupos mais vulneráveis ao contágio.

Entre as principais ações empreendidas, estão a construção do Hospital de Retaguarda e a criação de alas para atendimento de covid no Hospital Municipal, que resultaram na disponibilização de 160 leitos exclusivos para pessoas com exames positivos ou suspeitos de ter a doença respiratória.

Na outra ponta, as unidades de pronto atendimento (UPA) estão fazendo testagem em todos os pacientes com síndrome gripal e profissionais de saúde com sintomas.