Início Pindamonhangaba Paralisação na Novelis protesta contra redução na PLR

Paralisação na Novelis protesta contra redução na PLR

Foto: Guilherme Moura

Os trabalhadores da fábrica Novelis, em Pindamonhangaba, fizeram uma paralisação nesta quarta-feira, dia 29, em protesto contra a redução da PLR (Participação nos Lucros e Resultados).

Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos, em maio a empresa apresentou um cenário de queda brusca na produção, inclusive com possibilidade de demissões e assim decidiu cortar metade da PLR, em reunião com o sindicato e com a Comissão de PLR.

Publicidade

Mas, de acordo com o presidente do sindicato, André Oliveira, no mês seguinte a produção já retornou ao normal.

 “Em julho aumentou, agosto vai chegar no pico de 51 mil toneladas de alumínio e a previsão é de produção cheia até abril do ano que vem. Mesmo assim, a empresa insiste em manter essa condição. O sentimento do trabalhador é que isso foi uma manobra da empresa pra se aproveitar da pandemia e reduzir o pagamento aos funcionários”, disse.

Foto: Guilherme Moura

Ainda segundo ele, este mês a empresa fez mudanças nas metas de PLR que também irão prejudicar os trabalhadores.

 “A fábrica alterou os números dos indicadores de equipe. Em muitos setores, os funcionários já entraram perdendo e será impossível atingir as metas. Ou seja, eles não vão conseguir pegar nem a metade da PLR.”

No último relatório financeiro da empresa, o Ebitda (Lucros antes de juros e impostos) da Novelis bateu recorde de $ 383 milhões de dólares no trimestre, com alta de 7% sobre o ano anterior.

A fábrica também é a que tem mais casos de funcionários com Covid-19, com 35 trabalhadores. A Novelis atua no ramo do alumínio e emprega atualmente 1.300 pessoas em Pinda. Ela é subsidiária da Hindalco, a maior empresa do grupo indiano Aditya Birla.

Posicionamento Novelis

Pindamonhangaba, 29 de julho de 2020.

Desde o início da pandemia, a Novelis tem adotado rigorosas medidas preventivas para preservar a saúde e segurança de seus profissionais e, ao mesmo tempo, garantir o abastecimento de produtos essenciais para as indústrias de alimentos, medicamentos e de higiene pessoal. Entre as medidas adotadas destacamos: aferição de temperatura, uso obrigatório de máscaras, campanhas de conscientização, sanitização profissional, adequação da estrutura física dos restaurantes e aumento do número de ônibus oferecidos pela empresa.

A pandemia trouxe impacto para a atividade econômica no Brasil e no mundo e tivemos que nos ajustar à uma nova realidade. Diante das inúmeras medidas aprovadas pelo Governo Federal como suspensão do contrato de trabalho, redução de jornada com proporcional redução de salários ou redução do quadro de funcionários, a empresa optou por manter todos os postos de trabalho sem redução de salários.

Entretanto, adotou uma série de medidas para redução de custo e manutenção da competitividade do negócio, como congelamento de novas contratações e serviços de terceiros não essenciais, bem como redução do bônus dos executivos e PPR de seus profissionais.

A Novelis reitera seu compromisso com seus profissionais e com a sociedade. Nesse sentido, vem apoiando a secretaria de saúde e de assistência social de Pindamonhangaba para superar este difícil momento. A empresa respeita as atividades desenvolvidas pelos sindicatos de classe, prezando o diálogo transparente entre as partes.