Início Pindamonhangaba Homem desacata GCM na região do mercado municipal em Pindamonhangaba

Homem desacata GCM na região do mercado municipal em Pindamonhangaba

(Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa)

Por volta das 11h da manhã do último domingo (26), integrantes da Guarda Civil Metropolitana participavam em conjunto com a Fiscalização de Posturas na Praça da Liberdade, onde atuavam a fim de evitar aglomerações e atender as normas de enfrentamento à pandemia no município.

No local, os GCM Cícero Machado e José Luiz Oliveira, realizam o isolamento com faixa zebrada do espaço utilizado pela Feira da Barganha, ponto de constantes denúncias de aglomeração popular, via 153. Em seguida, realizando rondas pelas imediações foram informados, pela central de monitoramento do COI, de que dois indivíduos estavam arrebentando as fitas. Em abordagem no local, os GCMs solicitaram aos mesmos que apresentassem documentos de identidade.

Publicidade

Os elementos negaram-se a apresentar e agiram de forma desrespeitosa e com agressividade com os agentes de segurança, sendo necessário o uso de força para contenção e apoio de viaturas. Entretanto, com apoio de populares, os infratores evadiram-se do local. Posteriormente com apoio da Polícia Militar, um dos elementos foi localizado próximo a Praça Barão Homem de Melo, sendo identificado como M.V.R.S, 26 anos, morador de rua.

O autor foi encaminhado ao Distrito Policial e os integrantes da GCM em face dos ferimentos passaram pelo Pronto Socorro. Nesta segunda-feira, eles passaram por exame de corpo de delito em virtude do desforço físico aplicado para deter um dos indivíduos.

“Importante que a população saiba que a Guarda Civil Metropolitana, assim como outros integrantes do sistema de segurança pública, estão nas ruas para proteger a população. Nossa conduta nunca foi agredir ou desrespeitar cidadão de bem. Neste caso, estávamos em ação contra a aglomeração, a favor da saúde pública e pelo bem de todos e sempre que alguém desrespeitar as normas nós somos acionados para agir. Este elemento responderá pelos seus atos e nós iremos continuar atuando pela segurança e para cumprir a lei”, afirmou o secretário de Segurança, José Sodário Viana.