Início Variedades As novas profissões após a crise da Covid-19

As novas profissões após a crise da Covid-19

Foto: divulgação/Freepik

A crise do Coronavírus tem preocupado todo mundo. Muitas empresas tiveram que fechar as portas, houveram muitas demissões, sem falar nas pessoas contaminadas, e naquelas que não resistiram ao vírus, e acabaram morrendo.

No entanto, mesmo com um cenário de tantas incertezas, podemos enxergar motivação e otimismo. Afinal de contas, ainda que muitos postos de trabalho tenham sido fechados, muitos outros se abriram, e novas e antigas profissões surgiram. Muitas delas, que não eram tão valorizadas antes da crise, passaram a ser.

Publicidade

A própria crise gerou uma série de novas oportunidades, e deu espaço à novas profissões. Abaixo, listamos quais são elas. Confira!

1 – Lojas virtuais
Se você tem um negócio, mas ainda não está vendendo na internet, saiba que você está perdendo muito dinheiro. Com a pandemia, o faturamento do e-commerce dobrou. Isso é resultado da necessidade do isolamento.

E tendência é que esse mercado cresça ainda mais, e com a crescente alta do mercado de compras online em meio a Crise da Covid-19. Afinal de contas, depois que as pessoas perceberam o quanto é prático comprar pela internet, e receber diretamente no seu endereço, aplicar descontos e comprar no conforto do lar, elas não irão mais abrir mão dessa comodidade.

2 – Logística
Esse setor está diretamente ligado ao comércio eletrônico, lojas virtuais. Afinal, para que os pedidos sejam entregues, é fundamental contar com uma ótima logística. Assim, se as vendas online crescem, as entregas também.

Mas não é só isso. A área da logística compreende várias cadeias produtivas, que são compostas de diversas profissões distintas como, por exemplo, assistente de logística, líder de logística, auxiliar e analista. Aumentando, também, a demanda para elas.

3 – Serviços de entrega
Quem atua nessa área, viu o volume de vendas subir substancialmente. Com isso, as empresas que trabalham com entregadores se viram obrigadas a contratar muitos profissionais, para conseguirem atender ao aumento da demanda.

E não para por aí. Existem diversas outras áreas, que estão oferecendo muitas vagas de emprego também, como:

Medicina
Enfermagem
Atendimento ao cliente
Farmacêutico
Operador de caixa de loja
Operador de telemarketing
Estoquista
Técnico de laboratório
Motoboy
Entregador
Psicólogo organizacional
Dentre outras…

Empregos informais durante a pandemia
Como se não bastasse, também cresceu o número de empregos informais no país. Antes da crise, porém, o volume de pessoas que já trabalhavam em empregos informais já estava apresentando um aumento.

E, desde que a crise teve início, esse número aumentou muito. Por isso, para os trabalhadores informais, existem diversas oportunidades, o marketing digital, uber, entregadores delivery, traders que operam em mercados como xm plataforma, vendas em locais públicos, as chamadas feira livres, mão de obra alugada, Freelancer e entre outros.

Esses e outros mercados tem sido um dos alvos de muitos e mesmo sendo mercados arriscados, a cada segundo um brasileiro entram nesses mercados infinitos. E essa modalidade tende a continuar crescendo também.

Porém, é importante frisar que, apesar de haverem muitas oportunidades, as condições de trabalho não são tão boas assim. Afinal, em momentos como esse, as pessoas são obrigadas a se sujeitar às mais adversas situações para não ficarem sem trabalho.

De uma forma geral, podemos perceber que a crise da Covid-19 aumentou as oportunidades de trabalho para muitas profissões. E, diante das perspectivas, acredita-se que a tendência é que essas profissões conquistem ainda mais espaço, e não parem mais de se expandir.

Portanto, se você atua em alguma delas, que são consideradas como as novas profissões após a crise da Covid-19, é hora de aproveitar o momento, e encontrar a sua vaga no mercado de trabalho.