Início Cidades Coronavírus: como equilibrar o orçamento durante a pandemia?

Coronavírus: como equilibrar o orçamento durante a pandemia?

(Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa)

Especialista dá dicas de como organizar as finanças neste período de quarentena

A rotina de muitas pessoas mudou com o isolamento social para evitar a propagação do coronavírus. Para quem não teve como fazer uma reserva de emergência para situações indesejadas, será preciso se planejar para conseguir administrar as finanças pessoais durante o período de quarentena.

De acordo com um levantamento feito no ano passado pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) e pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas), apenas 29% da população consegue fazer uma reserva de emergência e um em cada dez consegue guardar alguma quantia em dinheiro. Com o impacto econômico por conta da pandemia, é possível perceber a importância de ter uma reserva para emergências.

Publicidade

Ainda não sabemos como será os próximos meses, por isso, é importante se organizar financeiramente e priorizar o que não pode ser adiado. Segundo Breno Andrade, assessor de investimentos da WFlow – escritório especializado em Assessoria Financeira e Patrimonial credenciado à XP Investimentos –  esse é um momento de rever os gastos e ter consciência ao lidar com o dinheiro.

Segundo o especialista, o ideal para quem tem dívidas é tentar quitá-las. Caso não tenha o dinheiro necessário, fazer uma negociação e propor um valor justo de acordo com o seu orçamento atual, pode ser uma alternativa.

“Faça um levantamento dos ganhos e gastos durante o mês, priorize o pagamento das dívidas em atraso e com juros maiores. É preciso ficar atento quanto as compras por impulso, ter um consumo consciente é essencial para não se endividar ”, explica.

É necessário reorganizar o orçamento, eliminar os gastos supérfluos e reduzir o consumo. Se a renda não está sendo suficiente, tente aproveitar o tempo em casa para buscar oportunidades que podem gerar uma renda extra.

“Pode ser difícil se reinventar durante esse período, mas existem algumas alternativas. Oferecer um produto ou serviço com pagamento antecipado pode ser uma opção para equilibrar as contas. Há também diversos cursos online disponíveis que podem ajudar a desenvolver habilidades para conseguir uma renda extra”, ressalta.

O controle de despesas não deve ser feito somente em momentos de crise, manter essa preocupação com a vida financeira a longo prazo pode contribuir em períodos como este.

Para conseguir fazer uma reserva financeira, é preciso saber quais são suas despesas e gastos mensais. Estabeleça um valor para aplicar nesse objetivo, considerando que a reserva de emergência deve ser suficiente para manter seu estilo de vida durante 6 a 12 meses.

 “Ter uma reserva financeira pode ajudar em situações inesperadas, como é o caso da pandemia, por isso, a aplicação deve estar em investimentos de baixo risco e alta liquidez como, Tesouro Selic, CDBs ou fundos de renda fixa”, finaliza Andrade.