Início Taubaté Taubaté confirma primeiro caso de coronavírus

Taubaté confirma primeiro caso de coronavírus

Foi confirmado na noite desta quarta-feira (18), o primeiro caso de paciente com coronavírus na cidade de Taubaté. A informação foi anunciada às 19h55 pelo prefeito Ortiz Júnior, através de um vídeo divulgado em redes sociais.

No vídeo, Ortiz Júnior começa dizendo que tem uma notícia nova e que acabou de ser confirmado um caso de coronavírus em Taubaté. Ortiz explica que a pessoa atestada viajou recentemente para a Espanha e reside no centro de Taubaté.

Publicidade

A mulher de 35 anos viajou para a Espanha recentemente e mora no centro de Taubaté. A confirmação foi feita pelo Instituto Adolfo Lutz e a mulher está em isolamento em casa e passa bem.

Após o anúncio, Ortiz passou algumas orientações importantes. “Agora mais do que nunca a gente tem que tomar as medidas preventivas. Reduzir a circulação de pessoas em 60%, fazer quarentena voluntária nas nossas casas, não pode ter contato com pessoas idosas, lavar bem as mãos, o rosto e o nariz, proteger o rosto quando espirramos”, disse Ortiz.
“Agora mais do que nunca depende de todos nós o enfrentamento dessa doença. É importante que cada um assuma a sua parte de responsabilidade no combate ao coronavírus em Taubaté”, reforçou o prefeito.

Ortiz disse ainda que o vírus não escolhe quem ele vai infectar e que, é importante que as pessoas mais velhas fiquem protegidas, e que seja assegurada a segurança das famílias.

O prefeito continua o vídeo dizendo que não é motivo para pânico, mas que é motivo para uma séria preocupação de todos no enfrentamento dessa grave doença.

Ortiz segue o vídeo dizendo que ao longo dessa quinta-feira (19), serão divulgadas novas medidas de proteção e prevenção a população da cidade.

“Nós estamos preparados para enfrentar o problema mas é importante que cada um de vocês, colabore para a solução dessa importante doença que vai atingir o taubateano, mas eu tenho certeza que com a ajuda de todos a gente vai conseguir debelar esse problema”, concluiu Ortiz.

Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.