Início São José dos Campos Prefeitura sorteia apartamentos sem a presença do público

Prefeitura sorteia apartamentos sem a presença do público

Foto: Claudio Vieira/PMSJC

A Prefeitura de São José dos Campos vai realizar o sorteio das 240 unidades do Residencial Cajuru 2, na região leste da cidade, sem a presença do público. O sorteio será transmitido ao vivo pela rede social da Prefeitura.

A medida de precaução segue orientação do Ministério da Saúde que recomenda evitar a aglomeração de pessoas para ajudar a combater a pandemia do coronavírus.

Publicidade

As famílias que terão o direito de adquirir os apartamentos estão enquadradas na faixa 1 do programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal. São 6.886 famílias aptas a participar do sorteio.

O primeiro sorteio será neste sábado (14), às 10h, no Centro da Juventude (rua Aurora Pinto da Cunha, 131, Jardim América) – o sorteio será exclusivamente de casas destinadas aos idosos e pessoas com deficiência (ou famílias de que façam parte pessoas com deficiência). São 1.264 candidatos para 16 imóveis – 8 para cada grupo.

Quem não for contemplado terá mais uma chance e estará habilitado a participar do sorteio no dia 28, destinado aos demais inscritos.

O outro sorteio, também sem a presença do público, será realizado no Estádio Martins Pereira (rua Capitão Pedro Pinto da Cunha, Jardim Jussara). As famílias foram divididas em 3 grupos, com sorteio às 10h e 15h para um total de 6.870 convocados para ambos os períodos.

Com mais de 60% das obras concluídas, o Cajuru 2 vai beneficiar famílias inscritas no programa habitacional do município com renda máxima mensal até R$ 1,8 mil. Serão 15 torres de apartamentos na estrada Dom José Antônio do Couto/Estrada do Cajuru, entre os condomínios já existentes Colinas 1 e 2, Cajuru 1 e 3.

O empreendimento foi viabilizado por uma parceria entre os programas Minha Casa Minha Vida e Casa Paulista, respectivamente dos governos Federal e do Estado. Cada unidade tem 2 dormitórios, sala de estar, cozinha, banheiro e área de serviço.

A Caixa Econômica Federal é o agente financeiro responsável pela contratação da empresa e supervisão das obras. Todas as famílias terão até 120 meses para quitar o imóvel, com parcelas que podem variar de R$ 80 a R$ 270 por mês, além da taxa de condomínio, água e luz.