Início Taubaté Taubaté confirma primeira morte por dengue em 2020

Taubaté confirma primeira morte por dengue em 2020

(Foto ilustrativa - divulgação/Assessoria de Imprensa)

A Vigilância Epidemiológica de Taubaté confirma a primeira morte por dengue este ano. A paciente, do sexo feminino e 30 anos, estava internada na Unidade de Pronto Atendimento Central e morreu nesta quinta-feira, dia 13 de fevereiro.

Os últimos registros da Vigilância Epidemiológica são de 2016, quando foram confirmadas três mortes por dengue no município. Naquele ano foram registrados 3.321 casos positivos da doença.

Publicidade

O caso atual segue em investigação. Amostras do sangue da paciente foram coletadas e enviadas para o Instituto Adolfo Lutz com o objetivo de identificar qual o sorotipo da doença. De acordo com relatos da família, a paciente já havia contraído dengue anteriormente.

Pessoas infectadas por sorotipos diferentes em um período de seis meses a três anos podem ter uma evolução para formas mais grave da doença. Em abril do ano passado foram identificados os primeiros casos do sorotipo 2 em circulação em Taubaté e região.

Esta morte reforça o alerta emitido pelo Controle de Animais Sinantrópicos (CAS) de Taubaté para o envolvimento da população no combate à dengue. A paciente morava na região do Três Marias e o quarteirão havia sido nebulizado no dia 30 de janeiro. Foram realizadas neste dia 21 nebulizações naquele quarteirão. Outros 12 imóveis estavam fechados e aconteceram mais 12 recusas à nebulização.

O inseticida malathion, utilizado nas nebulizações, é considerado o produto mais eficaz para combater o mosquito, evitando a proliferação de casos de dengue.
Ações

As atividades de fiscalização, bloqueio e nebulização já desenvolvidas regularmente pelo CAS serão reforçadas na próxima sexta-feira, dia 14 de fevereiro, em horário estendido até as 19h. O horário estendido deve ocorrer durante todo o mês. Também têm continuidade os mutirões de visitação aos sábados para a redução de pendências e nebulização nos locais onde houve recusas. Porém a população precisa colaborar e liberar o acesso às suas residências.

Atividades de conscientização acontecem nos supermercados, centros de compras e locais de grande circulação com a distribuição de material educativo pelos agentes.

O recolhimento de inservíveis pelo caminhão cata-treco continua por meio dos arrastões Xô Mosquito. A prefeitura lança ainda este mês uma nova campanha publicitária: “Não deixe o mosquito tomar conta de sua casa”. Atletas das equipes profissionais de esportes do município também devem reforçar a campanha de conscientização.

O envolvimento da população é fundamental neste momento para conter o avanço de casos de dengue em Taubaté. Balanço atualizado da Vigilância Epidemiológica indica que foram registrados de janeiro até o dia 13 de fevereiro 149 casos confirmados de dengue, sendo 136 casos autóctones e 13 casos importados.