Início Ubatuba Ubatuba entra em estado de alerta devido a chuvas da madrugada de...

Ubatuba entra em estado de alerta devido a chuvas da madrugada de sexta-feira

(Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa)

As intensas chuvas que atingiram Ubatuba desde o início da noite de quinta-feira, 16, colocaram a cidade em estado de alerta. Em algumas regiões, o acumulado de chuvas passou de 160 mm, como no Ipiranguinha e no Parque dos Ministérios. A região mais atingida foi a região oeste, onde fica a entrada da cidade pela rodovia Osvaldo Cruz. A região Central também apresentou acumulados com mais de 100 mm.

Apesar do volume de água, não foi registrada nenhuma ocorrência grave. A equipe da Defesa Civil está monitorando locais de alagamento. Houve um caso de retirada de uma família residente na rua das Bananas, no Ipiranguinha, que foi para a casa de parentes.

Publicidade

Os demais registros foram referentes a queda de árvore: na rodovia Rio Santos, altura da Praia do Estaleiro; uma na estrada do Monte Valério e uma no bairro da Ressaca.

A Prefeitura solicita, ainda, atenção aos motoristas, pois a avenida Rio Grande do Sul está interditada.

Riscos

De acordo com alerta emitido pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) na noite de quinta-feira, existe ocupação em as áreas de risco de deslizamento no município. Esta situação, associada ao volume constante de água e a previsão meteorológica indica que podem ocorrer deslizamentos pontuais.

Segundo a Defesa Civil de Ubatuba, o solo está encharcado, o que pode ocasionar deslizamento de massa/ terra, causando danos em residências. Por isso, é necessário que a população fique alerta a qualquer sinal de risco, como trincas nas casas ou qualquer barulho diferenciado. Em caso de situações como essa, acionar ajuda pelo telefone 199.

Além disso, é importante lembrar que em situações de alagamento, a recomendação é não atravessar as áreas atingidas e nunca enfrentar enxurradas.

O Cemaden ainda apontou que os acumulados são de até 60 mm em uma hora e de 80 mm em 96 hora(s) . Existem áreas de instabilidade com potencial para chuvas de intensidade moderada a forte atuando sobre o município e a previsão meteorológica indica continuidade de chuvas, com possibilidade de novas pancadas.

Lixo

Em virtude da intensa chuva, a cabeceira da ponte que dá acesso à área de transbordo do lixo foi danificada, impedindo a passagem dos caminhões coletores.

Esse fato acarreta a suspensão da coleta de lixo até que a situação seja normalizada. A equipe da Prefeitura trabalha no sentido de recuperar a ponte, para que possa ser retomada a passagem dos caminhões coletores de lixo.

Já foi feita a contratação emergencial de uma máquina de maior porte para efetuar a desobstrução e limpeza, a fim de aumentar a vazão da água para a viabilização do serviço.

ATUALIZAÇÃO

A Prefeitura conseguiu liberar a passagem dos caminhões de coleta de lixo na cabeceira do rio. Ao todo, 12 caminhões que estavam carregados subiram em sentido ao transbordo para fazer o despejo do material e voltar para as ruas, para normalizar a coleta. Estima-se que os veículos retornem aos bairros por volta das 13 horas para retomar o serviço.

Abastecimento de água

A Sabesp informou que, devido às fortes chuvas que atingiram Ubatuba desde o início da noite de ontem, cerca de 150 mm, as captações de água para tratamento ficaram assoreadas e com elevado nível de turbidez, prejudicando o abastecimento de toda a região central do município.

Equipes técnicas já estão nos locais trabalhando para reverter a situação, com previsão de normalização a partir da tarde desta sexta-feira, de forma gradativa.

A Companhia informa ainda que já enviou caminhões-pipa para atender as emergências e recomenda o uso racional da água das caixas d’água das residências.

ATUALIZAÇÃO

Segundo à Sabesp. as equipes já fizeram toda limpeza nas captações de água, que estavam obstruídas por muita areia e vegetação. A água já está chegando para tratamento. A previsão é que o serviço de abastecimento seja normalizado por volta das 15 horas.