Início Jacareí Suzano fecha 2019 com R$ 192,8 mil investidos em projetos culturais em...

Suzano fecha 2019 com R$ 192,8 mil investidos em projetos culturais em Jacareí (SP)

(Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa)

Por meio da Lei de Incentivo à Cultura, a empresa apoiou cinco projetos de teatro, música e literatura

A Suzano se despediu de 2019 com R$ 192.835,00 mil investidos em projetos culturais por meio da Lei de Incentivo à Cultura (LIC) de Jacareí – a empresa investe o máximo permitido pela LIC, que é 50% do valor do IPTU. O recurso, resultado de uma política municipal de incentivos fiscais para projetos e ações culturais, foram revertidos para a execução de cinco projetos de teatro, música, literatura e artes plásticas.

Desde 2005 a Suzano patrocina projetos pela LIC, totalizando 52 iniciativas beneficiadas. “O apoio da Suzano visa não só levar cultura à população, o que, por si só, já é de extrema importância, mas também proporcionar a descoberta de novos talentos e a geração de renda para esses jovens. A cultura tem esse poder transformador, tanto dos que a apresentam quanto dos que a recebe. Muitos desses jovens encontram, nas atividades dos projetos, um novo mundo de possibilidades”, destacou Adriano Martins, consultor de Desenvolvimento Social da Suzano.

Publicidade

Contos premiados

Entre os projetos apoiados no ano está o “Contos Premiados”. A iniciativa proporcionou a edição e publicação de 600 exemplares do livro “Testamento”, que reúne 17 contos do jacareiense Waldir Capucci. Além da distribuição gratuita de todos os exemplares para escolas, bibliotecas, projetos sociais e população em geral, o projeto ainda promoveu rodas de conversa nas escolas municipais. O objetivo foi estimular o gosto pela literatura, incentivando jovens e adultos a lerem e a escreverem mais. O projeto esteve presente em eventos de grande púbico na cidade, como a FLIJ (Feira Literária de Jacareí), que reuniu 18 mil pessoas.

(Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa)

Coral

Um dos primeiros projetos apoiados pela Suzano, o Coro Jovem de Jacarehy contou com a participação de 32 jovens com idade entre 17 e 19 anos. Em 2019 foi trabalhado o repertório “Do Clássico ao Pop”, com músicas que vão de Michael Jackson a Mozart; possibilitando o desenvolvimento da técnica vocal e musicalidade do grupo com aulas gratuitas e intensos ensaios. Foram sete apresentações ao longo do ano.

“Trabalhamos com jovens de diferentes origens e realidades sociais. Por isso, a principal melhoria que vemos é na autoestima desses jovens. A música aumenta a qualidade de vida das pessoas. Temos histórias de jovens que tiveram melhora em quadro como o da síndrome do pânico”, contou Rodrigo Rangel, regente do Coro Jovem. No ano passado, o Coro Jovem contou com a participação de 28 alunos.

Mural de azulejos

A Suzano também apoiou o projeto de valorização e visibilidade do Patrimônio Cultural Imaterial de Jacareí. No fim de novembro, foi inaugurado, nas dependências da Biblioteca Municipal Macedo Soares, um mural de azulejos, pintado pelo artista plástico Guataçara Monteiro. A obra é baseada na lenda local da Cobra Grande, e todo o universo de expressão simbólica envolvido. O espaço recebe cerca de mil visitantes por mês.

Teatro

Também fez parte do grupo de projetos apoiados neste ano o “Instantes Poéticos”, criado com o objetivo de promover intervenções cênicas a partir de textos de autores consagrados da literatura brasileira. Ao todo, em 2019, foram 25 apresentações em escolas públicas e no Viveiro Municipal que impactaram, direta e indiretamente, mais de 1.300 pessoas.

Ponto Verde

A LIC também permitiu que a Suzano apoiasse o projeto “Ponto Verde no mapa”, com o objetivo proporcionar uma imersão artística no Viveiro Municipal com um intercâmbio de artistas visuais locais para produção de um mapa ilustrado, uma prancha infográfica e coleções gráficas para a difusão em intervenções urbanas.

Como funciona

A escolha dos projetos beneficiados pela Lei de Incentivo à Cultura (LIC) é feita pela Fundação Cultural de Jacarehy. As inscrições de projetos ocorrem no início de cada ano.