Início São José dos Campos De 1 a 8 de dezembro, Sesc São Paulo realiza programação sobre...

De 1 a 8 de dezembro, Sesc São Paulo realiza programação sobre o tema em todo o estado

(Foto: Adriano Milan)

Entre os dias 1 e 8 de dezembro o Sesc São Paulo realiza o especial Contato, uma série de ações que visam a promoção da saúde sexual e a prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), entre elas o HIV/Aids, por meio de bate-papos, oficinas, exibições, espetáculos, performances, entre outras atividades em 34 unidades da capital, interior e litoral.

Com o intuito de ampliar o debate sobre o HIV/Aids e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), há mais de 20 anos o Sesc São Paulo aborda o tema em sua programação. Desde 2018, a partir de olhares criativos e sensíveis, principalmente por meio da arte e da cultura, as ações que marcam o Dia Internacional de Luta contra a Aids ultrapassam o dia 1 de dezembro e se multiplicam em todo o estado por meio da programação Contato.

Publicidade

Em sua segunda edição, o projeto traz ao centro do debate as experiências, os direitos e os desafios existentes na vida das pessoas que vivem com HIV/Aids, sem deixar de lado as informações sobre prevenção. A partir de uma série de atividades que buscam sensibilizar e refletir sobre a saúde sexual de maneira humanizada e atualizada, Contato reforça o compromisso do Sesc em promover a saúde e o bem-estar, presente em suas ações ao longo de todo o ano.

PROGRAMAÇÃO DO SESC SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

Debate

Face(s) da Aids: Reflexões sobre HIV / Aids no Brasil

Dia 4, quarta, 19h30.

Com Maria Sil, formada em Artes Dramáticas; e Micaela Cyrino, pesquisadora da saúde da população negra e do corpo feminino negro e positivo.

Roda de conversa que traz a temática do HIV / Aids a partir de perspectivas formativas e transformadoras, questionando estigmas e enfatizando seus aspectos socioculturais, psicológicos e emocionais.

Convivência. Grátis. 16 anos.

Performance

Com Maria Sil; Micaela Cyrino; Aline Ferreira, pesquisadora em Antropologia das emoções; e Flip Couto, dançarino e performer.

A performance circula pelos espaços do Sesc para desmistificar a ideia de transmissão proposital do vírus, trazendo para o diálogo a não criminalização das pessoas que vivem com HIV, o entendimento do conceito de corresponsabilidade, cuidado e afeto.

Convivência. Grátis. 16 anos.

• Confira a programação completa: sescsp.org.br/contato.

Sobre o Sesc São Paulo. Mantido pelos empresários do comércio de bens, serviços e turismo, o Sesc – Serviço Social do Comércio é uma entidade privada que pauta sua atuação numa política de ação social voltada à promoção do bem-estar e da qualidade de vida, destinada aos trabalhadores do comércio, serviços e turismo, seu público prioritário, mas também ao conjunto da sociedade. Para a instituição, a educação e responsabilidade socioambiental são valores que permeiam todos os programas, pensados e realizados numa perspectiva de transformação social. Saiba +: https://www.sescsp.org.br/pt/sobre-o-sesc/