Início Pindamonhangaba “Meu Bairro é Legal” realizou ação no Campininha, em Pindamonhangaba

“Meu Bairro é Legal” realizou ação no Campininha, em Pindamonhangaba

(Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa)

O programa ‘Meu Bairro é Legal’, realizado pela Prefeitura de Pindamonhangaba, por meio da Secretaria de Habitação, esteve no Campininha no sábado (23), com a participação de diversas secretarias da Prefeitura, realizando atendimentos, como Saúde, Esportes e Lazer, entre outras.

A equipe da Habitação esteve com a conferência de cadastro e identificação dos imóveis do bairro, para o processo de regularização fundiária, com apoio da Secretaria de Negócios Jurídicos, para orientações à população.

Publicidade

O prefeito Dr. Isael Domingues conversou com os moradores e destacou a necessidade da parceria com a população, para que forneça os documentos necessários. Ele também lembrou sobre a importância desta iniciativa da Prefeitura. “É muito gratificante poder fazer parte da realização do sonho de tantas famílias que há gerações vivem em imóveis sem regularização, sem segurança jurídica. Ser o proprietário de seu imóvel dá dignidade à pessoa. Além da valorização do imóvel e da organização da cidade, dá a possibilidade de desenvolvimento da região regularizada. Não temos medo do desafio e estamos fazendo o que é certo, numa somatória de esforços para a regularização fundiária do município”, afirmou.

“O trabalho de regularização fundiária é um trabalho difícil, que exige muito da equipe, mas que está sendo feito porque é necessário. Nós temos coragem e estamos realizando a regularização fundiária na cidade, pensando em todos os benefícios para a população, como segurança jurídica e valorização do imóvel”, destacou o secretário de Habitação da Prefeitura, Marcelo Martuscelli.

Atualmente, a Prefeitura vem realizando a regularização fundiária em diversas regiões da cidade, além do Campininha, como bairro das Campinas, Vila São Benedito (parceria com o Itesp), Goiabal (parceria com o Itesp). Já foram entregues títulos de propriedades para moradores do Nova Esperança, Castolira e Maricá. E estão em processo para regularização: Mossoró, Queiroz, Feital, Mandu, Paulino de Jesus e Karina.