Início Aparecida Trono da Mãe Aparecida chega ao Santuário para a Festa da Padroeira

Trono da Mãe Aparecida chega ao Santuário para a Festa da Padroeira

(Foto: Marília Ribeiro/divulgação)

Nesta terça-feira (24) o Santuário de Aparecida recebeu o trono da Imagem de Nossa Senhora Aparecida, que será utilizado durante a Novena e Festa da Padroeira, em outubro.

A estrutura foi recebida pelo prefeito de Igreja, padre Eduardo Ribeiro, o engenheiro Geraldo Neto e demais membros da equipe de Pastoral do Santuário.

Publicidade

A peça tem o formato de uma colunata e representa a região amazônica, recordando os caminhos da fé em missão para uma ecologia viva. A proposta do trono deste ano, está em sintonia com o Sínodo da Amazônia, convocado pelo Papa Francisco para o mês de outubro.

Entenda os detalhes presentes no trono da Mãe Aparecida:

Base com folhas da vitória régia
A famosa planta amazônica traz a referência da sua capacidade de suportar carga sem afundar, remetendo a fé, que tem que ser forte para não fraquejar.

Estrutura cor de bronze
Representa o solo e a vegetação da floresta Amazônica.

Flor de Guaraná
Indica a diversidade da flora da Amazônia. Sua cor na natureza é vermelho vivo, trazendo a referência da fé que tem ser viva e também ao Espírito Santo, que é representando com a cor vermelha. A fruta conhecida por dar energia, lembra a fé que é fonte de energia para todo cristão.

Ramos
Representam a igreja e os cristãos espalhados por todo o mundo, responsáveis por levar a mensagem de amor e paz do Cristo ressuscitado.

Peixes
Símbolo dos cristãos, os sete peixes presentes na colunata estão em direção ao céu, mostrando a caminhada dos fiéis. O número sete representa a perfeição de Deus em sua criação.

Arara
Lembra a exuberância da vida, a alegria e a beleza da vida. Está ave também foi escolhida por ser símbolo Amazônico, representando toda a diversidade da fauna da floresta.

O dourado dos desenhos
Representam a luz de Deus que está em todos os lugares e em tudo.

Flor da Vitória Régia
Representa a beleza da floresta, assim como a beleza de Maria. São 12 flores que recordam o dia 12 de outubro, a coroa de 12 estrelas de Nossa Senhora e os 12 meses do ano, chamando atenção para a missão que deve ser realizada todos os dias. Entre as flores, estão as cruzes, uma referência à fé, ao sacrifício de Cristo e o trabalho missionário.

O dourado do Capitel (extremidade superior de uma coluna) faz referência a nobreza de Maria, Mãe do Salvador.

A partir do dia 3 de outubro, os devotos poderão ver de perto o trono que irá acolher a imagem da Padroeira do Brasil diariamente, até 12 de outubro, nas celebrações em sua honra.