Início Taubaté Empresário acusado de matar garota de programa em Ribeirão Preto é preso...

Empresário acusado de matar garota de programa em Ribeirão Preto é preso em Taubaté

(Foto: divulgação/Polícia Militar)

A Polícia Militar de Taubaté capturou, na tarde desta terça-feira (27), o empresario Pablo Russel Rocha, condenado pela morte de uma garota de programa em 1998 na cidade de Ribeirão Preto (SP). Pablo foi preso após uma abordagem policial por volta das 14h30 no bairro Jardim Eulália e confessou que estava foragido.

De acordo com informações, por volta das 14h30 policiais que faziam patrulhamento avistaram um veículo com placa de Santa Catarina e efetuaram a abordagem. No interior do carro estavam Pablo, seus dois irmãos e seu cunhado.

Publicidade

Durante a abordagem, Pablo confessou que estava foragido e foi levado ao 1º Distrito Policial onde permaneceu à disposição da justiça. Como estava sendo procurado, ele foi encaminhado para uma penitenciária e o local não foi divulgado.

Pablo chegou a ser preso em 2016 após um julgamento em junho mas havia conseguido um habeas corpus e foi solto. Ele foi condenado a 25 anos de prisão em agosto de 2017 pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), tendo a prisão determinada pela justiça em dezembro de 2018.

O caso aconteceu na madrugada de 11 de setembro de 1998 quando a vítima Selma Heloísa Artigas da Silva, conhecida como Nicole e que na época tinha 21 anos e estava grávida, ficou presa no cinto de segurança do veículo em que estava com Pablo, sendo arrastada por quase dois quilômetros.

Na época Pablo disse aos jurados em plenário, que não tinha percebido que Nicole estava presa e que só viu quando precisou parar para trocar um pneu furado. Ele disse também que foi para casa após desamarrar a mão dela.