Início Destaque Evento paulista reúne 900 universitários em prol de um Brasil mais ético...

Evento paulista reúne 900 universitários em prol de um Brasil mais ético e empreendedor

900 universitários reunidos durante o EPEJ (Encontro Paulista das Empresas Júniores).
Publicidade

No início da última semana, do dia 23 à 25 de julho, ocorreu o maior encontro de empresários juniores do Estado de São Paulo, reunindo aproximadamente 900 estudantes universitários no Hotel Fazenda Colina Verde, São Pedro/SP.

Mas afinal, o que é uma Empresa Júnior? Uma Empresa Júnior é composta pela reunião de alunos vinculados a uma Instituição de Ensino Superior, podendo ser de um ou mais cursos, com o intuito de elaborar projetos e prestar serviços, devidamente auxiliados por professores orientadores. Trata-se de uma pessoa jurídica de natureza de associação civil, logo, sem fins lucrativos, todo dinheiro arrecado é convertido em capacitação dos membros, infraestrutura e pagamento das despesas.

Acima de tudo, uma empresa júnior tem como maior objetivo propiciar aos seus membros uma experiência empreendedora, com aprimoramento de visão de mercado e de gestão, bem como reforça a teoria aprendida na graduação com a sua aplicação na prática.

16 Empresas Juniores do Estado foram consideradas de alto crescimento e foram homenageadas no palco do evento.

A primeira empresa júnior a ser fundada no Brasil data de 1987, pertencente ao curso de administração da FGV/SP. Após, em 1990, foi fundada a FEJESP (Federação das Empresas Juniores do Estado de São Paulo), desde então o movimento conhecido por MEJ (Movimento Empresas Juniores) espalhou-se por todo o país, sendo que em 2003 foi fundada a Brasil Júnior.

Vale dizer que a Região do Vale do Paraíba foi muito bem representada no EPEJ. A USP de Lorena contou com a presença da EEL Júnior e da Gamma Jr. Engenharia; já o ITA de São José dos Campos esteve presente por meio do ITA Júnior, por fim, a Jr. ENG representou a UNESP de Guaratinguetá.

A previsão é de que o MEJ venha a tomar mais espaço dentro das universidades da região em breve, uma vez que iniciativas de fundação vêm crescendo. Em tempos nebulosos de corrupção e sucateamento das universidades públicas, ver um movimento como esse atingir tantos jovens em busca de um Brasil mais ético e empreendedor nos inspira a crer que há uma luz no final do túnel e que a educação sempre será a saída para um futuro melhor.