Início Polícia Quadrilha Campineira de estelionatários é desmantelada pela Polícia Militar em São José...

Quadrilha Campineira de estelionatários é desmantelada pela Polícia Militar em São José dos Campos

Dinheiro e documentos provenientes do crime

Na tarde da última quarta-feira (6), a Polícia Militar desmantelou uma quadrilha de estelionatários de Campinas que praticava crimes em São José dos Campos.

De acordo com informações, uma equipe da Polícia Militar realizava patrulhamento e por volta das 15h30 recebeu um comunicado via COPOM com informações de que três mulheres e um homem haviam acabado de deixar a agência do Banco Santander pela Av. Adhemar de Barros em um veículo Eco Sport, de cor preta, do município de Sumaré/SP, após efetuarem saques no valor de R$ 5.000.00 com cartões e documentos falsos.

De posse das informações e características dos indivíduos, a equipe visualizou, e obteve sucesso em abordar o veículo. Durante busca pessoal e veicular foi localizada a quantia de R$ 10.712.00 reais em dinheiro, aproximadamente 50 cartões clonados de diversos bancos e em nome de diversos clientes, um notebook, uma impressora e diversas cédulas de espelhos de RGs em branco para falsificação de documentos. A PM informou também que todos os criminosos portavam documentos pessoais mas com nomes falsos, sendo devidamente identificados no Distrito Policial, onde foi constatado que os mesmos possuem diversas passagens criminais por sequestros, receptações e furtos nas cidades de Campinas, Ribeirão Pires e Americana-SP.

Diante dos fatos os criminosos foram encaminhados ao Distrito Policial, onde foi dada a voz de prisão em flagrante, ratificada pelo delegado de policia, sendo elaborado um BO PC de Organização Criminosa, Formação de Quadrilha, Estelionato, Uso de Documentos Falsos e Lavagem de dinheiro, uma vez que uma das criminosas era proprietária de uma empresa na cidade de Campinas para onde fazia transferências de grandes montantes de dinheiro sacado.
Todos eles permaneceram presos sendo conduzidos aos Centro de Detenção Provisória da região.