Início Destaque Sesc São José dos Campos realiza projeto Café, Causo e Viola com...

Sesc São José dos Campos realiza projeto Café, Causo e Viola com programação voltada às tradições caipiras

Canta Inezita, CLacerda
Publicidade

Por meio de oficinas, vivências, passeios, cinema e shows musicais, o Sesc São José dos Campos realiza o projeto Café, Causo e Viola, integrando três elementos marcantes da cultura regional e das tradições caipiras.

Os shows musicais trazem repertório da viola tradicional, bem como da nova geração de artistas, que estarão presentes no lançamento do CD “Viola Paulista” (Selo Sesc). Outro destaque da programação é a homenagem à artista Inezita Barroso, com a participação de músicos como Marcelo Jeneci, As Galvão, Maria Alcina, Consuelo de Paula e Cláudio Lacerda no show Canta, Inezita!

As oficinas de alimentação apresentam o Café em várias abordagens, como o resgate da torra de café, a compostagem com borra de café, entre outras.

As atividades acontecem durante o mês de junho, nos espaços do Sesc São José dos Campos.

Confira a programação completa:

Música

Zé Garoto e Dimboré

Dia 1, sexta, às 19h30.

Zé Garoto iniciou a carreira na década de 70 e durante anos fez dupla com Timboré, sendo um dos primeiros violeiros a se apresentarem no programa Viola, Minha Viola. Há nove anos, faz dupla com seu filho Dimboré. No repertório, músicas como Boi Soberano, Compadre Conquistador, entre outras.

O show acontece na área de Convivência. Grátis. Recomendação etária 10 anos.

Viola Paulista

Dia 8, sexta, às 19h30.

Apresentação de artistas expoentes da nova geração da viola de dez cordas, presentes no CD Viola Paulista, lançamento do Selo Sesc. Com Jackson Ricarte, Rodrigo Nali e Rafael Schmidt, Bob Vieira e Zé Márcio.

A apresentação acontece na área de Convivência. Grátis. Recomendação etária 10 anos.

Canta Inezita

Dia 9, sábado, às 20h.

Marcelo Jeneci, As Galvão, Maria Alcina, Consuelo de Paula e Claudio Lacerda cantam os sucessos de Inezita Barroso, em um show de homenagem à artista.

Canta Inezita “As Galvão”

Ginásio. 650 lugares. Os ingressos estão à venda nas bilheterias do Sesc e variam entre R$9,00 e R$30,00. Recomendação etária 16 anos.

Victor Batista

Dia 15, sexta, às 19h30.

O cantor celebra 20 anos de carreira com o show Coração Caminhador. O repertório conta com composições inéditas, inspiradas no livro do poeta do século XIX Nhô Musa, de Avaré (SP). Os arranjos fundem sonoridade da viola caipira com o guitarron e o violão de 7 cordas.

A apresentação acontece na área de Convivência. Grátis. Recomendação etária 10 anos.

Duo Purunga – Com Levi Ramiro e Carlinhos Ferreira

Dia 16, sábado, às 18h.

No espetáculo Beira de Mato, beira de Rio, o duo explora timbres e sonoridade de instrumentos artesanais, cordofones e de percussão, em sua maioria, de fabricação própria. O repertório é entremeado por causos que celebram a simplicidade e a poesia da vida do interior.

A apresentação acontece na área de Convivência. Grátis. Recomendação etária 10 anos.

Acordais

Dia 22, sexta, às 19h30.

O grupo paulistano traz composições com influências de música caipira, moda de viola, chamamé pantaneiro e folia de reis, sem deixar de lado os causos.

A apresentação acontece na área de Convivência. Grátis. Recomendação etária 10 anos.

Alimentação

Oficina

O Café no seu cardápio

Dia 6, quarta, às 19h30.

Nesta oficina, será demonstrada a versatilidade do café em um cardápio simples e diferenciado.

Oficina. Inscrições na Central de Atendimento. Grátis. Recomendação etária 16 anos.

Workshop

Como torrar seu café em casa

Dia 9, sábado, às 10h30.

A proposta da oficina é resgatar as origens da torra de café feita em casa, algo comum antigamente. Técnicas de torrefação caseira, tempo de processo e características do grão torrado e o correto acondicionamento.

Oficina. Inscrições na Central de Atendimento. Grátis. Recomendação etária 16 anos.

Vivência

Cada café com seu sabor: degustação de diversos tipos de café

Dia 14, quinta, às 19h30.

Cada café pode apresentar um sabor único de origem. O público poderá degustar diferentes sabores do café.

Oficina. Grátis. Entrega de senhas com 30 minutos de antecedência. Recomendação etária 16 anos.

Oficina

Da borra do café à agrofloresta urbana

Dia 16, sábado, às 10h30.

A oficina apresenta como se faz compostagem doméstica em um minhocário, enfatizando os possíveis uso da borra do café na jardinagem ecológica, assim como criar um berço agroflorestal baseado nos princípios da agricultura sintrópica.

Solário. Inscrições na Central de Atendimento. Grátis. Recomendação etária 16 anos.

Oficina

Coquetéis com café

Dia 28, quinta, às 19h30.

A oficina irá mostrar como é possível criar em casa deliciosas bebidas com o sabor do grão. O público irá conhecer a história do café e as técnicas de coquetelaria com o preparo de bebidas não alcoólicas.

Oficina. Grátis. Entrega de senhas com 30 minutos de antecedência. Recomendação etária 16 anos.

Crianças

Oficina

Café com açúcar

Dia 23, sábado, às 15h.

Existem várias formas de usar o café em pratos doces e salgados. Nesta oficina, as crianças colocam a mão na massa e aprendem a preparar um brigadeiro a v=base de café e um cupcake de banana com creme de café.

Oficina. Grátis para Credencial Plena e R$7,50 para demais interessados. Inscrições na Central de Atendimento. Para crianças de 6 a 10 anos.

Contação de histórias

As aventuras de nhô Quin

Dia 9, sábado, às 14h30.

Com Cia Artes Negus.

Nhô Quim é um jovem morador de uma cidade de interior, ingênuo e atrapalhado, que começa uma série de desventuras. Inspiradas nas primeiras histórias em quadrinhos publicadas no Brasil no início do século XX, de Ângelo Agostini e tem como pano de fundo o ciclo cafeeiro.

Sala de Leitura. Grátis. Livre.

Contação de histórias

As aventuras de Zé Caipora

Dia 23, sábado, às 14h30.

Com Cia Artes Negus.

A narrativa traz a vida de Zé Caipora, herói da considera primeira história de quadrinhos de aventuras do mundo, publicadas no Brasil no início do século XX, de Ângelo Agostini e tem como pano de fundo o ciclo cafeeiro e apolítica do café com leite.

Sala de Leitura. Grátis. Livre.

Cinema e Vídeo

Cine Bate-papo

Um recortado da história do pagode sertanejo.

Dia 22, quarta, às 19h.

Exibição do documentário A Mão Direita do Itapuã, de 2017, que trata da busca do músico e pesquisador Saulo Alves por outra abordagem sobre a história de criação do ritmo do pagode sertanejo. Após a sessão, Saulo Alves, produtor do projeto Tudo é Pagode e diretor do documentário; e Ricardo Vignini, violeiro que colaborou com a mixagem do áudio do documentário conversam com o público.

Auditório. Grátis. Retirada de ingresso com 1 hora de antecedência. Recomendação etária 10 anos.

Turismo

O Café da Mantiqueira de Minas – Carmo de Minas (MG)

Dia 30 de junho, saída às 6h30.

Neste roteiro, os participantes conhecerão a Fazendo JR, produtora de cafés especiais, e o Centro do Café, corretora de cafés gourmets e local para torrefação artesanal, ambos localizado em Carmo de Minas.